12/03/2018 17:50:00

Ameaça de queda faz Saci trocar de treinador

O próprio treinador pediu para deixar o clube após reunião com a diretoria nesta segunda-feira pela manhã



Wôlmer Ezequiel


Com a saída de Conrado, Roberto Carlos assume mais uma vez o comando socialino

Depois de três derrotas, uma vitória e um empate, o técnico Conrado Ramos não resistiu à pressão e perdeu o cargo de treinador do Social. Em 10º lugar na tabela de classificação, com os mesmos 4 pontos ganhos do Democrata-SL, que está na zona de rebaixamento, o próprio treinador pediu para deixar o clube após reunião com a diretoria nesta segunda-feira pela manhã.

O auxiliar fixo do clube, Roberto Carlos, foi novamente efetivado, comandando as atividades para os jogadores não relacionados e que não atuaram na manhã de domingo em Sete Lagoas, na derrota de 2 a 0. Nesta terça-feira, no estádio Louis Ensch, ele volta a comandar as atividades, basicamente treino com bola, de forma a montar a equipe para o jogo desta quarta-feira, 20 horas, em casa, contra o Betinense, quando o time tentará a reabilitação na competição, tentando escapar da ameaça de entrar na zona de rebaixamento à Terceira Divisão do Campeonato Mineiro.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário