11/03/2018 13:54:00

Sepultado em Ipatinga o corpo de Xerifinho

Policial militar da reserva foi baleado na porta de casa, no bairro Recanto, não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital, na sexta-feira (9)



Reprodução


Dezenas de pessoas compareceram no enterro do "Xerifinho"


Com a presença de vários familiares, amigos e colegas, o corpo do cabo PM da reserva, Carlos Roberto da Silva Costa, de 66 ano, conhecido como “Xerifinho”, foi sepultado na tarde de sábado (10) no Cemitério Parque Senhora da Paz, no bairro Veneza II, em Ipatinga.

Carlos Roberto foi baleado nas proximidades da sua casa, por volta de 12h30 da sexta-feira (9).

O Diário do Aço apurou no local que Xerifinho estava sentado em um banco de madeira, há cerca de 20 metros de onde mora. Os dois autores, em uma motocicleta modelo Honda Titan de cor cinza ou prata, viram a vítima, voltaram e atacaram.

O militar aposentado usava sempre mais de um cordão de ouro e isso pode ter atraído a atenção dos bandidos. Eles atacaram a vítima, que reagiu e acabou baleada. No local onde estava xerifinho, havia sinais de luta e seis projéteis de calibre 38 foram recolhidos pelo perito da Polícia Civil, Luís Carlos. A polícia trata o caso como latrocínio roubo seguido de morte ou lesões graves que levam à posterior óbito da vítima.

O sepultamento ocorreu no Cemitério Parque Senhora da Paz, no bairro Veneza II

No dia do atendado, uma equipe do SAMU foi acionada e socorreu a vítima, encaminhando-a para o Hospital Márcio Cunha, onde o médico de plantão constatou que Xerifinho foi baleado no braço esquerdo, braço direito e ainda três vezes no abdômen. Encaminhado para o bloco cirúrgico, o militar aposentado não resistiu e morreu.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário