09/02/2018 16:57:00

Explosão em fábrica de cimento fere trabalhadores, em Pedro Leopoldo

Segundo a InterCement, os funcionários foram socorridos imediatamente e quatro deles já receberam alta



Divulgação


Segundo a InterCement, os funcionários foram socorridos imediatamente e quatro deles já receberam alta
Uma explosão registrada na noite de quinta-feira (8) deixou cinco trabalhadores feridos na fábrica da InterCement, que produz os cimentos Cauê, localizada em Pedro Leopoldo, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo nota divulgada pela assessoria de imprensa da empresa, os fatos do acidente já estão sendo apurados. "A empresa ressalta que todos os cinco funcionários foram socorridos imediatamente, quatro já receberam alta e um está em observação", diz o texto.

Por fim, a empresa reafirmou que está acompanhando o estado de saúde dos colaboradores e presta "toda a assistência necessária". A identidade dos funcionários que ficaram feridos não foi divulgada pela empresa.

O site da região, Mix Notícias, conversou com o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Pedro Leopoldo, Matozinhos e Região (Sinticomex), que informou que o acidente aconteceu durante manutenção em um dos fornos da empresa.

As informações iniciais do sindicato indicavam que os trabalhadores usavam um maçarico quando houve a explosão, provocando queimaduras nas vítimas.

Há praticamente um ano atrás, um funcionário da Cauê morreu após cair em um silo - reservatório que armazena cimento. O homem, de 43 anos, se acidentou no dia 16 de fevereiro de 2017 no momento em que fazia a limpeza o compartimento e houve um desprendimento de uma das paredes do local.

O silo tem 30 metros e no momento da queda do funcionário ele estava com 15 metros preenchido de cimento em pó. O funcionário acabou sendo soterrado. Para a remoção do corpo, foi necessário que a empresa escoasse todo o cimento para que o Corpo de Bombeiros conseguissem acessar a vítima por meio de rapel.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário