06/02/2018 17:45:00

DNIT valida segunda colocada na licitação da ponte velha

A informação foi divulgada pelo deputado estadual Celinho do Sinttrocel que acompanha de perto o processo de licitação junto ao DNIT



Wôlmer Ezequiel


Empresa que tinha sido desclassificada desistiu de recurso e ata de licitação finalmente foi concluída
O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) validou a proposta da empresa Vereda Engenharia Ltda para realização das obras de reconstrução da ponte sobre o rio Piracicaba, que liga os municípios de Timóteo e Coronel Fabriciano. A informação foi divulgada pelo deputado estadual Celinho do Sinttrocel que acompanha de perto o processo de licitação junto ao DNIT.

“A Comissão de Licitação do órgão (composta por três membros) acatou a documentação da empresa que foi a segunda colocada no certame realizado em dezembro passado”, explicou o deputado.
A empresa R.R. Fênix Tecnologia em Serviços Ltda., que foi a primeira colocada, acabou desclassificada e declarou intenção de apresentar recurso. Entretanto, desistiu de apresentá-lo informando ao presidente da comissão de licitação que não iria registrar recurso, para não prejudicar o andamento do processo licitatório.

Com a comunicação de desistência do recurso e a lavratura da ata finalmente foi encerrada a licitação e dada como vencedora a empresa Vereda Engenharia Ltda. Com este resultado, o superintendente do DNIT, Fabiano Cunha poderá homologar imediatamente a decisão, solicitar a publicação no DOU e, assim, “buscar” o empenho e a liberação de recursos para a realização da obra.

O deputado Celinho do Sinttrocel comenta que tanto o empenho como a liberação do recurso obedece a um “tempo político”, ou seja, de articulações em Brasília, principalmente agora que estão sendo feitos cortes e contingenciamentos orçamentários.

“Vamos fortalecer o trabalho da superintendência do DNIT na busca da liberação destes recursos o mais rápido possível, para que as obras comecem o quanto antes. Principalmente porque com as chuvas a situação da ponte pode se agravar”, salienta o deputado Celinho. O deputado informa ainda que a proposta da empresa Vereda, aceita pela Comissão de Licitação, teve seu preço ajustado para o valor de R$ 8.429.998,00, conforme carta proposta de preço.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

Jose

07 de Fevereiro, 2018 | 18:58
esse celinho so aparece em eleiçoes do sintrocel,e as vesperas das eleiçoes é um come queto que é deputado nesse mandato as custas de votos do caixa moro em fabri á 42 anos so vejo falar nesse cara so as vesperas de eleição.

Gilberto dos Reis Vidal

07 de Fevereiro, 2018 | 07:14
" SO COMEMORO E SOLTO FOGUETES DEPOIS DA OBRA PRONTA, ANO DE ELEIÇAO, E ANO DE PROMESSAS E TAPINHAS NAS COSTAS, SO ACREDITO DEPOIS DE CONCLUIDO"...

Wal

06 de Fevereiro, 2018 | 19:09
Agora os moradores de Fabriciano e Timóteo precisam fazer manifestações paralisando o trânsito no Anel Rodoviário reivindicando as alças de acesso à nova ponte. O momento é este!!!
União fará a diferença.

Charlyston Bruno

06 de Fevereiro, 2018 | 18:04
Finalmente,agora aguardamos o prosseguir das obras.Resíduo em Timóteo,próximo ao rio Piracicaba e,vemos claramente que o Vale do Aço será muito beneficiado com a conclusão da obra que aguardamos a tanto tempo.Prossigam com o andamento.
Envie o seu Comentário