06/02/2018 16:04:00

Presos iniciam tumulto em Ribeirão das Neves

A confusão pode ter sido continuação da ocorrência da noite de segunda-feira (5), quando uma briga entre presos terminou sendo interpretada de maneira equivocada" pelos presos



Reprodução


Presos atearam fogo em colchões dentro da unidade
Após o princípio de motim registrado na noite de segunda-feira (5) na Penitenciária José Maria de Alkimin, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, os presos voltaram a atear fogo em roupas e colchões na manhã desta terça-feira (6). O novo motim foi confirmado por nota pela Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap).

Conforme a pasta, a confusão é um reflexo da ocorrência da noite anterior. "A situação está sob controle, o Comando de Operações Especiais do Sistema Prisional (COPE) foi acionado para reforçar a segurança na unidade prisional e uma equipe da Seap está acompanhando o fato", diz a nota divulgada pela secretaria.

O texto afirma ainda que não houve motim ou rebelião e não há registro de feridos. "Todas as denúncias feitas pelos presos estão sendo apuradas, bem como estão sendo apuradas a ação de indisciplina dos detentos e a posse ilegal de telefone celular", completa.

Brigas

O tumulto provocado nesta terça seria um reflexo do registro feito na noite de segunda. De acordo com nota divulgada pela Seap, por volta das 21h de segunda três presos da unidade iniciaram uma briga e precisaram ser contidos pelos agentes penitenciários e acabaram sendo movimentados dentro da penitenciária para a "garantia da segurança dos mesmos".

Entretanto, os detentos teriam interpretado a movimentação de forma "equivocada", ainda de acordo com a pasta, iniciando então um tumulto nas celas, batendo nas grades e ateando fogo em alguns colchões.

"A situação foi resolvida pelos Agentes Penitenciários da própria unidade prisional. Ninguém se feriu", finaliza a nota divulgada.

(Com informações: O Tempo)


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário