01/02/2018 23:50:00

O Acossado - Um filme de Jean-Luc Godard

O lançamento comercial do filme será na próxima quinta-feira, dia 8 de fevereiro



Com relançamento agendado para o dia 8 de fevereiro, o Acossado, de Jean-Luc Godard, conta a história de Michel (Jean-Paul Belmondo) que rouba um carro e depois mata um policial. Ele então busca refúgio nos braços da estudante Patricia (Jean Seberg), que vive em Paris. Enquanto ele se esconde das autoridades e planeja fugir para a Itália, a relação dos dois se aprofunda.

Acossado é um dos grandes representantes da Nouvelle Vague, movimento contra o cinema francês que havia sendo produzido desde então.

As produções da Nouvelle Vague são marcadas pela fuga dos estúdios, narrativa desconstruída e existencial e cortes bruscos. No Festival de Berlim, o longa venceu o Urso de Prata de Melhor Diretor.

Distribuição Zeta Filme

Sinopse:

Ficha técnica:

Roteiro: François Truffaut, Jean-Luc Godard
Fotografia: Raoul Coutard
Montagem: Cécile Decugis
Música: Martial Solal
Som: Jacques Maumont
Elenco: Jean-Paul Belmondo, Jean Seberg, Daniel Boulanger
Produção: Georges de Beauregard
Título original: À bout de souffle
Classificação indicativa: 14 anos

Sobre o diretor:

Foi um dos expoentes da Nouvelle Vague na França, no final da década de 1950 e ao longo da década de 1960, ao lado de diretores como François Truffaut e Eric Rohmer. Acossado, seu primeiro longa, é um dos marcos do movimento. Desde então, mantém um trabalho constante no cinema. Seu último filme, Adeus à Linguagem, filmado em 3D, tornou-se um marco, ao quebrar padrões ligados ao formato.

Filmografia:

Adeus à Linguagem (2014)
As Pontes de Sarajevo (2013)
3x3D (2012)
Film Socialisme (2010)
Passaporte Verdadeiramente Falso (2006)
Nossa Música (2003)
Elogio do amor (2000)
História(s) do cinema (1998)
Para Sempre Mozart (1996)
JLG por JLG - Auto-Retrato de Dezembro (1994)
As Crianças Brincam de Rússia  (1993)
Infelizmente Para Mim (1993)
Alemanha ano 90 (1991)
Contre l'oubli (1991)
Nouvelle Vague (1990)
O Relatório Darty (1989)
Atenção à Direita (1987)
Rei Lear (1987)
Ária (1987)
Ascensão e queda de uma pequena produtora de cinema (1986)
Soft and hard (1986)
Detetive (1984)
Eu Vos Saúdo Maria (1984)
Carmen de Godard (1983)
Paixão (1983)
Roteiro do filme Paixão (1982)
Salve-se quem puder (a vida) (1979)
Aqui e acolá (1976)
Como vai você? (1976)
Numero deux (1975)
Carta para Jane (1972)
Tudo Vai Bem (1972)
One Parallel Movie (1971)
As Lutas Ideológicas na Itália (1970)
Vento do Leste (1970)
Vladimir et Rosa (1970)
Amor e Raiva (1969)
British Sounds (1969)
Pravda (1969)
A Gaia Ciência (1968)
The Rolling Stones - Sympathy for the Devil (1968)
Um Filme Como os Outros (1968)
A Chinesa (1967)
Longe do Vietnã (1967)
O Amor Através dos Séculos (1967)
Week-end à francesa (1967)
Duas ou Três Coisas Que Eu Sei Dela (1966)
Made in USA (1966)
Masculino, Feminino (1966)
Alphaville (1965)
O Demônio das Onze Horas (1965)
O Bando à Parte (1964)
Uma Mulher Casada (1964)
O Desprezo (1963)
O Pequeno Soldado (1963)
Rogopag – Relações Humanas (1963)
Tempo de Guerra (1963)
Os Sete Pecados Capitais (1962)
Viver a Vida (1962)
Uma Mulher é uma Mulher (1961)
Acossado (1960)

Festivais:

Berlinale 1960 (Urso de Prata de Melhor Diretor)
​BAFTA Awards 1962 (Indicação de Melhor Atriz)

Sobre a distribuidora:

A Zeta Filmes, criada em 1998 em Belo Horizonte, com sede também em São Paulo, é uma produtora cultural que se dedica a realização de festivais de cinema, mostras, curadorias e exposições audiovisuais. Realiza o Indie Festival há 17 anos em Belo Horizonte e São Paulo, e também o Fluxus Festival, que promove exposições de artistas audiovisuais. A Zeta começou a atuar também, em 2013, como distribuidora de filmes internacionais independentes no circuito comercial brasileiro.

Distribuiu filmes premiados como Ida, ganhador do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2015; importantes diretores do cinema contemporâneo como Hong Sang-soo, Apichatpong Weerasethakul, Larry Clark, Corneliu Porumboiu, Danis Tanovic e Tsai Ming Liang; novos diretores como Sean Baker, Alex Ross Perry, Denis Côté e Amat Escalante, além de filmes autorais em 3D como Caverna dos sonhos esquecidos, de Werner Herzog e Contos da Noite, de Michel Ocelot. Desde 2015, Zeta também é responsável pelo projeto Clássica. Site: www.zetafilmes.com.br



Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Reação dos Leitores





Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário