10/01/2018 18:20:00

PRF apreende em Caratinga ônibus da Itapemirim com documentação atrasada

Todos os veículos abordados estavam com a documentação atrasada, conforme fiscalização realizada no posto da PRF



Edson Simões


Os coletivos foram parados no posto da PRF, em Caratinga
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na noite de terça-feira (9), três coletivos da empresa Itapemirim/Kaissara. Todos os veículos abordados estavam com a documentação atrasada, conforme fiscalização realizada no posto da PRF, em Caratinga.

O agente Luiz Tarcízio informou que um dos ônibus foi parado. Como o motorista estava sem o documento do veículo, resolveram verificar no sistema do Detran. “Hoje não é obrigado portá-lo, mas descobrimos que desde 2015 que a documentação estava atrasada”, explicou o PRF para a imprensa.

Além da documentação obrigatória atrasada, o policial revelou que não havia o certificado de inspeção do Inmetro para o tacógrafo, aparelho que registra velocidade do veículo e de uso obrigatório. Para a surpresa dos PRFs, outros dois ônibus da empresa também foram parados e estavam em situação parecida com o primeiro abordado.

Foram cerca de 90 passageiros que ficaram aguardando uma decisão da empresa, entre eles, crianças e pessoas idosas. Eles viajavam nos coletivos das linhas Mantena a São Paulo, Rio de Janeiro a Salvador e Teófilo Otoni a São José dos Campos (SP).

Os passageiros ficaram revoltados pela situação e pelo constrangimento, alguns prometendo entrar na Justiça. Os ônibus abordados foram encaminhados para o pátio credenciado do Detran, em caratinga. Um representante da empresa, que veio do distrito de Realeza, em Manhuaçu, resolveu a situação.

Dois ônibus de empresas de turismo de Caratinga foram fretados e um terceiro coletivo da Itapemirim, este com a documentação em dia, prosseguiram a viagem com os passageiros aos seus destinos.

Em nota enviada à imprensa, a Viação Itapemirim informou que foi um evento pontual e que todas as providências devidas foram tomadas e a situação resolvida. “A empresa lamentou o ocorrido e trabalha para que não ocorram situações como esta”.

Porém, moradores de Caratinga denunciaram nas redes sociais que os coletivos nesta quarta-feira estavam evitando o posto da PRF passando por dentro de Caratinga.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário