04/01/2018 06:47:00

Quadrilha invade e toca o terror em Dom Cavati

Criminosos cercaram a cidade, efetuaram tiros para o alto, explodiram caixas eletrônicos e fugiram em duas picapes L200



Enviada para o WhatsApp Portal Diário do Aço


Quadrilha deixou rastro de destruição em Dom Cavati

Moradores de Dom Cavati, no Colar Metropolitano do Vale do Aço, relatam uma noite de intenso tiroteio promovido por uma quadrilha que invadiu a cidade para explodir caixas eletrônicos.

Diferentemente do que foi anunciado anteriormente, o comando da PM afirma que não houve troca de tiros. As rajadas escutadas pelas pessoas foram tiros efetuados pelos próprios integrantes da quadrilha.

Em fotos enviadas ao Portal Diário do Aço populares mostram a destruição deixada pelo bando e projéteis intactos e cartuchos vazios jogados pelas ruas.

O alvo da quadrilha foram agências dos bancos Itau e Sicoob, onde foram instalados e detonados explosivos. Já na agência do Bradesco os criminosos não conseguiram passar por uma porta de aço. "Nossa senhora, isso aqui está parecendo o Rio de Janeiro" , diz um dos moradores assustados com as rajada de tiros na madrugada.

Depois de tocar o terror os criminosos fugiram em duas picapes, possivelmente Mitsubishi L200, uma de cor Prata e outra branca, uma delas roubada no bairro Cariru, em Ipatinga, na noite de quarta-feira.

Conforme o comando da Polícia Militar dez homens participaram da ação, que durou cerca de 25 minutos entre o momento da chegada, do cerco da área central, explosão, recolhimento de gavetas com dinheiro e fuga. Os valores levados do Sicoob e do Itaú não foram revelados.

Pelos vestígios recolhidos na cidade, o bando estava de posse de armas longas de calibres 12, revólveres calibre 38, pistolas calibres .40 e 9 milímetros.

Uma equipe do Esquadrão Antibombas do Batalhão de Operações Especiais (Bope) também foi acionada e deslocada de Belo Horizonte para Dom Cavati, para recolher restos de explosivos dentro do Sicoob e do Itaú.

Sequência

Esse foi o segundo ataque a banco na região em menos de uma semana. No último dia 30 de dezembro, bandidos armados também provocaram muito medo em uma ação que destruiu a agencia do banco Itaú na cidade de Entre Folhas, conforme noticiou o Diário do Aço.

A polícia acredita que quem está por trás desses ataques seja o ipatinguense Felipe Moreira Quirino, 26 anos, o filipim branco, que fugiu da penitenciaria de segurança máxima Nelson Hungria, em contagem, no dia 19 de dezembro.

Considerado de alta periculosidade, Filipim Branco lidera uma quadrilha especializada em ataques a caixas eletrônicos.






Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

Só Observo

04 de Janeiro, 2018 | 12:23
E o cangaço volta com tudo! Mais uma "conquista" do PT para o país. Eu só digo uma coisa, esse povo de cidade de pequena deviam TODOS se armar porque na hora que a coisa ficar pior (e vai ficar) não vão se contentar em apenas roubar. Mais uma vez, 2018, ano de eleição. Situações drásticas requerem medidas drásticas. O país está afundado em caos e violência e o povo está agindo sempre da mesma maneira. Um presidente americano disse que um povo que não está disposto a lutar pela sua vida e pela sua liberdade merece perder os dois.
Envie o seu Comentário