15/12/2017 16:22:00

Beleza e saúde

É possível ter o corpo lindo, os músculos durinhos e tudo no lugar



ímagemd18626] Corpo igual ao das musas que se destacam na mídia é o sonho de todas as mulheres. Se de um lado é preciso não se deixar levar pelo modismo e padrões inatingíveis de beleza, de outro é legítimo corrigir no corpo o que faz mal para a autoestima.

Mas é preciso bom senso e saber aceitar os limites da natureza. A saúde vem em primeiro lugar. Os cosméticos e ações estéticas são aliados da beleza e o seu uso pode evitar procedimentos invasivos. Por isso, vale a pena consultar profissionais no assunto.

Antes de sair procurando uma “cura milagrosa” para as imperfeições que surgem com o tempo, entenda o porquê das coisas.

GB Imagem


O sol é importante para sintetizar as vitaminas que dão força aos ossos e aos músculos
O sedentarismo é um aliado da celulite, uma boa circulação e musculatura fortalecida, obtidos com exercícios físicos, ajudam a melhorar o problema. É bom ficar de olho nos anticoncepcionais e terapias de reposição hormonal; que só devem ser usados sob orientação médica.

O cigarro e outras mazelas pioram a circulação do sangue, favorecem a produção dos radicais livres e o surgimento da celulite. Alimentação inadequada, rica em sal, gordura e embutidos, ajuda no aumento de peso e retenção de líquidos. E ainda tem a gordura localizada que “gruda” no flanco das costas, quadris e barriga.

A criolipólise promete livrar homens e mulheres desse mal. O procedimento não é invasivo e usa o frio (gelo) para destruir as células de gordura. Com equipamento especial para criolipólise, a área tratada é submetida a temperaturas negativas e as células de gordura, os adipócitos, se rompem e são expelidas pelo organismo.

Mesmo parecendo inofensiva, a aplicação da criolipólise deve ser supervisionada por um médico, que deverá fazer uma avaliação clínica antes desse procedimento.

Os efeitos não são imediatos, leva de 2 a 3 meses para sentir a diferença no contorno do corpo. O método não deve ser usado no rosto e pescoço, pois ainda não foram desenvolvidas as ponteiras para estas regiões.

E não se esqueça: antes de optar por um tratamento, consulte um cirurgião plástico. Só ele pode avaliar as condições clínicas e possibilidades de eliminar o que está incomodando no corpo e elevar a autoestima.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário