30/12/2010 22:30:00

Caratinga é beneficiada com o PAC 2

O investimento de R$ 77 milhões prevê a canalização e barragem do rio Caratinga



##[58254]##


CARATINGA – O município de Caratinga foi incluído na segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento - PAC 2. É, portanto, uma das poucas cidades mineiras que conseguiram a aprovação de propostas junto ao Ministério das Cidades.


O projeto, aprovado em mais de R$ 77 milhões, prevê a drenagem urbana sustentável, com a canalização e barragem de amortecimento do rio Caratinga.

 


A obra beneficiará toda a população ribeirinha que há anos sofre com o risco de novas catástrofes climáticas, como as últimas enchentes. No ano de 2003, os prejuízos registrados pela Defesa Civil foram de mais de R$ 52 milhões, cerca de sete mil pessoas ficaram desabrigadas ou desalojadas.


Nas enchentes de 2004, cerca de 3 mil pessoas ficaram desalojadas, na época o Executivo municipal calculou que o setor público teria sofrido danos materiais da ordem de R$ 12 milhões.

 


A confirmação de que Caratinga está incluída no PAC 2 deu-se por meio da publicação da portaria 644, que divulgou o resultado do processo de seleção de propostas apresentadas para beneficiar os municípios integrantes dos grupos 2 e 3 da segunda etapa do programa. Conforme a publicação, Caratinga recebeu o maior investimento do país destinado nessa etapa.


Controle

Além da aprovação do PAC 2, o município também foi contemplado com recursos do PAC 1, que consta com a liberação de mais de R$ 46 milhões para o tratamento de esgoto, canalização dos córregos que dão acesso ao rio Caratinga e com contrato já assinado. As obras do PAC 1 serão iniciadas no primeiro semestre de 2011.

 


Até que a obra seja concluída, Caratinga não ficará desprotegida, pois conta com o “Sistema de alerta contra enchentes”, considerado modelo pela Defesa Civil do Estado. Réguas de medição do rio, sirenes e estações telemétricas instaladas na cabeceira do Rio Caratinga, auxiliam no trabalho da Defesa Civil.

 


Recentemente a administração adquiriu duas novas estações telemétricas. Com a nova tecnologia é possível obter todas as informações climáticas na região em tempo real, desde temperatura, volume de chuva e nível do rio. Com as informações, é possível prever ações para minimizar os danos de possíveis enchentes no município.




 



Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário