23/09/2012 - 00h00
Tumulto no debate em Fabriciano
PM foi acionada para reforçar a segurança dentro e fora do salão paroquial


Silvia Miranda
confusao debate fabri
A PM foi chamada para conter os ânimos exaltados dos simpatizantes das duas candidaturas

FABRICIANO – O clima esquentou no debate dos candidatos a Prefeitura de Coronel Fabriciano na noite de sexta-feira, 21. Foi necessário acionar a Polícia Militar para evitar possíveis enfrentamentos, entre assessores e cabos eleitorais das candidaturas rivais. O evento, realizado pela rádio Educadora AM no salão paroquial da Igreja de São Sebastião, teve quebra de protocolos e disputa entre o público.


Com a entrada restrita a 25 convidados para cada candidato, muitos partidários ficaram do lado de fora promovendo agitações e manifestos, a cada resposta dada pelos seus candidatos. Além da PM, seguranças particulares fizeram reforço no portão para impedir possíveis invasões.
 

Do lado de dentro, a movimentação foi intensa também dos assessores de campanha, vereadores e lideranças políticas que estavam com os ânimos bem exaltados. A plateia disputava aplausos e vaias, dificultando a mediação do apresentador e tumultuando a performance dos concorrentes.
 

Rosângela Mendes (PT) e Celinho do Sinttrocel (PCdoB) por várias vezes não respeitaram o tempo destinado a respostas, causando mais estresse entre os apoiadores. Refletindo a realidade da campanha nas ruas, os temas mais debatidos foram, a crise na saúde, o trânsito, a segurança pública e a educação.
 

Em um dos pontos de tensão do debate, a candidata petista criticou a proposta do adversário ao prometer que irá melhorar a educação integral do município. Segundo Rosângela Mendes, os atuais projetos da administração, desenvolvidos na educação básica servem de modelo para muitos municípios e regiões do país.


Silvia Miranda
I021616.jpg
A tensão entre os candidatos não impediu o debate de propostas e projetos para o município

Divergências
A reabertura do Hospital São Camilo, antigo Siderúrgica, foi outro ponto de tensão entre os adversários políticos. Cada um defendeu a autoria de iniciativas e empenhos pessoais na reabertura da unidade hospitalar. Celinho criticou o fato de a candidata do PT falar em melhoria na saúde. Ele questionou o fato de o governo do qual faz não ter feito os investimentos necessários no setor nos últimos oito anos.

Rosângela Mendes, em contrapartida, quebrou o protocolo, levantou e se dirigiu até Celinho para responder a questão e apresentar alguns relatórios. Mais uma vez houve muitas manifestações do público.

Comício
Ao fim do último bloco, embora os candidatos tenham se cumprimentado com cordialidade, o clima já era de comício. Celinho foi carregado pelos apoiadores até o lado de fora do salão paroquial. Já os militantes do PT festejaram ainda no salão enquanto Rosângela dava declarações à imprensa.

 MAIS:

Rádio Educadora coloca candidatos em debate - 20/09/2012

Candidatos de Ipaba debatem ao vivo propostas de governo - 20/09/2012

Candidatos de Belo Oriente debatem propostas na TV - 22/09/2012























OUTRAS NOTÍCIAS DO CADERNO CIDADES


23/04/2014 - 00h00

23/04/2014 - 00h00

23/04/2014 - 00h00

23/04/2014 - 00h00

23/04/2014 - 00h00

23/04/2014 - 00h00

22/04/2014 - 18h38

22/04/2014 - 18h30

22/04/2014 - 13h35

20/04/2014 - 20h30

19/04/2014 - 12h35

18/04/2014 - 12h26

18/04/2014 - 00h00

18/04/2014 - 00h00

18/04/2014 - 00h00
ÚLTIMAS NOTÍCIAS


23/04/2014 - 00h05

23/04/2014 - 00h00

23/04/2014 - 00h00

23/04/2014 - 00h00

23/04/2014 - 00h00

23/04/2014 - 00h00

23/04/2014 - 00h00

22/04/2014 - 21h31

22/04/2014 - 21h24

22/04/2014 - 21h23

22/04/2014 - 21h22

22/04/2014 - 21h21

22/04/2014 - 18h38

22/04/2014 - 18h30

22/04/2014 - 18h27