21/04/2011 - 09h46
Rinaldo Campos morre em BH
Velório em Ipatinga será na manhã desta Sexta-feira da Paixão


Wôlmer Ezequiel
RINALDO CAMPOS
O corpo de Rinaldo Campos será cremado em Belo Horizonte

Atualizada às 12h40 - 21/04/2011

IPATINGA - O engenheiro Rinaldo Campos Soares, ex-presidente da Usiminas, que estava em tratamento de um câncer, faleceu no Hospital Felício Rocho, em Belo Horizonte, por volta das 8h.

A notícia logo repercutiu em Ipatinga, cidade que ele ajudou a construir. No momento, uma reunião decide os preparativos para o velório, que começará na sede da Fiemg, em Belo Horizonte. 

Conforme vontade expressa de Rinaldo, o corpo permanecerá à visitação algumas horas em Ipatinga. A saída do corpo de Belo Horizonte está prevista para às 7h de amanhã, no aeroporto da Pampulha.

A previsão de chegada em Ipatinga é por volta de 7h30 desta Sexta-feira da Paixão. Rinaldo será levado por um caminhão do Corpo de Bombeiros para o salão de entrada da Prefeitura de Ipatinga, onde será velado até às 15h, para que os ipatinguenses possam prestar a última homenagem ao seu benfeitor. Em seguida, o corpo retorna a Belo Horizonte para ser cremado.

Luto oficial

O prefeito de Ipatinga, Robson Gomes (PPS), decretou luto oficial por três dias no município, em homenagem póstuma à memória do engenheiro Rinaldo Campos Soares.
 

 

Usiminas lamenta perda

 

Em nota, o presidente da Usiminas Wilson Brumer, declarou:  “A indústria brasileira perde uma importante personalidade. Mineiro de Divinópolis, Rinaldo Campos Soares ingressou na Usiminas em 1971, como assessor do departamento de engenharia industrial, e deixou a empresa em 2008, como seu diretor-presidente. Sua vida, portanto, confunde-se com a própria história da Usiminas e com o desenvolvimento da siderurgia em nosso País. Processos importantes, como a privatização e a consolidação da Cia. Siderúrgica Paulista (Cosipa), foram conduzidos em sua gestão com inegável êxito, contribuindo para tornar a Usiminas o maior complexo siderúrgico de aços planos da América Latina. Certamente, seu legado permanecerá expresso em nossas usinas, fábricas e escritórios, e também nas comunidades onde a empresa se faz presente. Aos familiares e amigos, manifestamos a nossa maior solidariedade em nome de todos os 35 mil empregados da Usiminas”.

 

Prefeito de Timóteo se pronuncia

 

O prefeito de Timóteo Sérgio Mendes recebeu com tristeza a notícia do falecimento do engenheiro Rinaldo Campos Soares, a quem definiu como um dos grandes homens do Vale do Aço. Sérgio Mendes lembra que a administração competente do ex-presidente da Usiminas, possibilitou que a empresa se expandisse e se transformasse em um dos maiores conglomerados siderúrgicos do Brasil, trazendo empregos, renda e desenvolvimento para todas as cidades da Região Metropolitana do Vale do Aço.
 

 

Acompanhe a matéria completa na versão impressa do DIÁRIO DO AÇO e amanhã no nosso site a cobertura do velório em Ipatinga.

 


 

 











ATENÇÃO: Este comentário será moderado, podendo ser aprovado ou não. Evite palavras que possam comprometer sua imagem. Seu email não será divulgado.








Adilson Bolinha
21/04/2011 - 18h29
Grande perda para Ipatinga, mesmo longe quero deixar meu abraço a familia Soares, Raquel seja forte ajude sua Mae e seu irmao, fica com DEUS Adilson Bolinha


Gean Quintão
21/04/2011 - 16h05
Um homem que primou pela excelência de seu trabalho e amor ao semelhante. O povo não só de Ipatinga, mas, todo Vale do Aço, recebe essa notícia com muita tristeza. Que sua história de vida possa ser exemplo aos grandes lideres.


Boca Roxa
21/04/2011 - 15h35
Ipatinga, Minas Gerais e o Brasil perdem uma autoridade em Siderurgia. Meus sentimentos ao familiares do "Professor Rinaldo" e aos meus amigos (Wanilson Cândido, Wellington e Henrique) que conviveram bastante tempo com este magnífico líder empresarial.


JESUS FERRAZ BARBOSA
21/04/2011 - 12h43
Doutor Rinaldo merece todas as honras do povo de Ipatinga e do Vale do Aço. Vá com Deus! Sua obra vai permanecer viva entre a população daqui.


LEONARDO AUGUSTO PIRES SOARES
21/04/2011 - 10h17
Uma grande perda, sem dúvida ! Que reconheçamos o valor deste homem, principalmente pela sua ligação forte com a nossa região.











OUTRAS NOTÍCIAS DO CADERNO CIDADES


ÚLTIMAS NOTÍCIAS