07/12/2017 11:56:00

Marliéria inaugura Mirante do Jacroá e festeja 64 anos

Novo equipamento no Pico do Jacroá dá ampla visão ao entorno do PERD



A cidade e o povo de Marliéria estarão em festa neste sábado (9), quando vão comemorar os 64 anos de emancipação política e administrativa do município.

A festa vai começar às 10h, com a inauguração do novo mirante construído no Pico do Jacroá, que permite descortinar com conforto e segurança toda a região do entorno do Parque Estadual do Rio Doce (PERD).

Alex Ferreira/Arquivo DA


O novo Mirante do Jacroá será inaugurado na manhã deste sábado
Os organizadores do evento, tendo à frente o prefeito de Marliéria, Geraldo Magela Borges de Castro, e funcionários das secretariais municipais de Administração e Turismo, convidam a todos para participar.

“Esta obra tem um enorme significado para o município, agrega qualificação ao empreendimento de turismo em nossa cidade, em sintonia e convergência com o Parque Estadual do Rio Doce, uma das nossas maiores riquezas ambientais e turísticas”, afirma o prefeito Geraldo Magela.

A festa dos 64 Anos de Marliéria terá continuidade a partir das 17h, na Praça JK, com o evento Marliéria Cidadania e Cultura 64 anos, que vai incluir um cerimonial às 19h, na Igreja Matriz de Nossa Senhora das Dores para a entrega de Diplomas de Mérito Cultural a várias pessoas que de uma forma ou de outra contribuem para o reconhecimento e visibilidade de Marliéria como polo indutor do turismo.

A partir das 20h, no palco montado na tradicional praça, vai acontecer uma apresentação artística especial com o Urbis Trio Instrumental. E a partir das 23h, a animação dos marlierenses e seus convidados e visitantes ficará por conta da banda Pop Rock Brasil.

História
Marliéria integra o Colar Metropolitano do Vale do Aço. Boa parte de seu território abriga o Parque Estadual do Rio Doce (PERD), maior reserva de Mata Atlântica de Minas Gerais e também um dos maiores sistemas lacustres do mundo, responsável pelo desenvolvimento do turismo rural e ecológico, que é fortalecido por pousadas, propriedades rurais e áreas de camping, além da agropecuária.

Cachoeiras e mirantes estão entre os principais atrativos rurais, bem como as construções de valor histórico no perímetro urbano, a exemplo da Igreja Matriz, da Capela Santo Antônio e dos casarões no Centro que preservam a arquitetura original.

A área da cidade – cujo nome presta uma homenagem ao explorador e oficial francês Guido Marliére - pertenceu a Maria José da Fonseca Lana, que recebeu as terras de presente do pai, Lizardo José da Fonseca Lana, comandante do quartel da Onça Pequena.

O povoamento começou com a instalação de cinco choupanas às margens do ribeirão Onça Grande, onde mais tarde foi construída uma capela dedicada à Nossa Senhora das Dores. Em 1901, a localidade foi elevada a distrito de São Domingos do Prata, do qual se emancipou em 12 de dezembro de 1953.

SERVIÇO:
Marliéria Cultura e Cidadania 64 Anos
Sábado (9)
10h – Inauguração do novo Mirante do Pico do Jacroá
A partir das 17h – Praça JK
Festa popular, com entrega de diplomas na Igreja Matriz e apresentações artísticas do Urbis Trio e Banda Pop Rock Brasil no palco da praça


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

Marlierense Ausente

07 de Dezembro, 2017 | 16:29
Vista das grandes Montanhas que Cercam a Babilônia do Vale do Aço!
Envie o seu Comentário