07/12/2017 07:38:00

Mulher baleada no Jardim Panorama

Autor dos tiros estava em uma motocicleta e fugiu sem ser localizado pela polícia



Google


O local do crime foi esta região onde estão localizados vários motéis, no bairro Jardim Panorama

Natália Madalena da Silva, de 32 anos, foi alvo de tiros na madrugada desta quinta-feira (7) na rua Passo Fundo, no bairro Jardim Panorama, em Ipatinga. Os tiros foram disparados por um homem que se encontrava em uma motocicleta e utilizou uma pistola de calibre 40.

A vítima relatou aos policiais militares que conversava com mais sete pessoas, nas proximidades de uma oficina de molas de caminhão, como apurou o Portal Diário do Aço.

Por volta de 1h aproximou-se um homem em uma moto, sacou uma pistola semiautomática e abriu fogo contra o grupo, provocando a correria de todos.

Um dos tiros acertou o braço esquerdo de Natália. Neste tempo, o atirador fugiu em alta velocidade rumo à avenida JK e desapareceu sem ser localizado pelos policiais militares que atenderam a ocorrência.

A mulher baleada foi socorrida pelos policiais militares e encaminhada para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), no bairro Canaã.

No local do atentado, os policiais militares e o perito da Polícia Civil recolheram sete cartuchos deflagrados de calibre 40, arma de uso restrito pelas forças policiais, além de um projétil do mesmo calibre.

Várias câmeras de segurança registraram o atentado e são usadas para tentar definir a autoria do crime.

Homem agredido a pauladas

O local do atentado, no bairro Jardim Panorama, é reconhecido por ser frequentado por usuários de drogas e também usado para a prostituição. Horas depois, outra confusão terminou com um homem ferido após ser agredido a pauladas na saída de um motel, como registrou a Polícia Militar por volta das 5h.

A vítima de 43 anos contou que saiu para fazer um programa com um travesti e uma mulher. Após o encontro em um motel na rua Serra Geral, na saída, o homem foi agredido por dois criminosos. Eles agrediram a vítima com um pedaço de madeira e fugiram logo em seguida. A motivação e a autoria da agressão não foram descobertas pelos policias militares.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário