06/12/2017 14:46:00

Gol é incendiado em garagem no Bethânia e proprietária acredita em ato criminoso

Carro foi incendiado dentro de garagem de casa na rua Bical; quem tiver informações pode denunciar via 190 ou Disque-Denúncia 181



Um VW Gol, modelo terceira geração foi totalmente carbonizado em um incêndio registrado na rua Bical, bairro Bethânia, em Ipatinga. A proprietária do veículo, Leicy Marcela, 39 anos, informou ao Diário do Aço que o seu carro estava na garagem, quando alguém passou e jogou fogo no veículo.

"Acordei com uns estalos. Minha casa fica em um local acima da garagem. Abri a porta e vi meu carro em chamas. Não havia mais o que fazer, porque o fogo já havia se espalhado", relata Leicy.

O Gol, avaliado em R4 14 mil, não era segurado e a proprietária registrou ocorrência policial do fato. O incêndio, que a proprietária acredita ter origem criminosa, foi registrado na madrugada de segunda-feira (4) e, desde então, espera-se que cheguem informações dos responsáveis pelo ato.

“As chamas atingiram também a parede de minha casa, onde havia, inclusive uma criança de nove meses. Saímos sem ferimentos, mas o susto foi grande”, relatou a vítima.

Houve a constatação de que havia no local sinais que indicam o uso de gasolina para iniciar o fogo. Na ocorrência a vítima relata a possibilidade de uma vingança por motivação pessoal. Informações podem ser repassadas à Polícia Militar, pelo telefone 190 ou disque-denúncia unificado 181.

Divulgação

Veículo foi totalmente queimado e dona acredita em incêndio criminoso




Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

Marcos.g

08 de Dezembro, 2017 | 01:20
Que castigo merece o canalha que faz uma canalhice destas?
Se o Brasil fosse país sério, esta atitude seria considerada ato terrorista, logo, o bandido que deu esse prejuízo na menina, é TERRORISTA!.
A Polícia deve sim identificar este vagabundo, e o Juiz, fazer ele pagar o prejuízo.
Bandido se aproveitou dela sozinha em casa, descansando e realizou a barbárie. Vão esperar a bandidagem ceifar a vida desta moça para fazerem algo a respeito?
Envie o seu Comentário