24/11/2017 17:56:00

Aberto processo seletivo para mais de 328 vagas em Timóteo

egundo o prefeito, esse processo seletivo será para renovar os contratos feitos nas gestões anteriores, e que venceram neste ano



Wôlmer Ezequiel


Aberto processo seletivo para mais de 328 vagas em Timóteo
As inscrições para o processo seletivo da administração de Timóteo estão abertas a partir deste sábado (25). São 328 vagas para várias áreas, e também serão feitos cadastros de reserva.

A informação foi divulgada pelo prefeito Geraldo Hilário (PP), durante entrevista à imprensa, na tarde desta sexta-feira (24). Segundo o prefeito, esse processo seletivo será para renovar os contratos feitos nas gestões anteriores, e que venceram neste ano.

“Quando chegamos aqui, respeitamos todos os servidores que estavam em trabalho por contratação nas administrações anteriores, mas os contratos venceram e eles precisam ser refeitos. Então, a forma correta de fazer isso é por meio de um processo seletivo. Não podem ser concursados, porque são programas ou projetos que não cabem nos concursos”, afirma.

Conforme o prefeito, as inscrições podem ser feitas no site www.fgpa.org.br até o dia 17 de dezembro. As provas serão aplicadas no dia 7 de janeiro de 2018. A taxa de inscrição varia entre R$ 38 e R$ 150, dependendo do cargo escolhido.

O pedido de isenção da taxa de inscrição poderá ser feito entre os dias 25 e 30 de novembro, mediante do preenchimento do formulário no site da Fundação. Os interessados também precisam está inscrito no CadÚnico, além de possuírem baixa renda, estar desempregado e ser doador de sangue. Tudo isso precisa está devidamente comprovado por meio de documentos, que devem ser entregues na comissão do Processo Seletivo, junto ao setor de protocolo, na Prefeitura de Timóteo. A lista dos aprovados para a isenção da taxa de inscrição será publicada no dia 6 de dezembro.

Provas

O processo seletivo terá provas objetivas de múltipla escolha, contendo questões de conhecimentos gerais, português e conhecimentos específicos, além da prova de títulos. A convocação dos aprovados para a posse vai respeitar a ordem de classificação e o número de vagas durante o prazo de validade do processo seletivo.

O prazo de validade é de um ano, contado a partir da data de homologação, podendo ser prorrogado, uma vez, por igual período.

Cargos

Segue a relação de vagas por cargos: Agentes comunitários de saúde (90); Agente de combate a endemias (35); Auxiliar de Enfermagem da Família (10); Assistente social (10); Auxiliar de Obras e Serviços (44); Auxiliar de serviços de saúde enfermagem (10); Educador Físico (10); Enfermeiro (8); Enfermeiro da Família (13); Entrevistador Social (5); Intérprete de Libras (2); Médico da Família (13); Médico Endocrinologista (1); Médico Endoscopista (1); Médico Neurologista (1); Monitor de Transporte (4); Motorista de veículos leves (5); Nutricionista (2); Orientador Social (7); Orientador de Atividades Lúdicas (1); Pedagogo (11); Psicólogo (6); Psicopedagogo (1); Técnico em Radiologia (2); Terapeuta Ocupacional (1); Vigia (5); Visitador Social (1); Acompanhante de criança com deficiência (35); Arquiteto (2); Auxiliar de Serviços Gerais Humanizar (2); Educador Social (1); Engenheiro Civil (2); Engenheiro de Trânsito (1); Engenheiro Sanitarista (1); Fisioterapeuta (2); Fonoaudiólogo (1); Instrutor de Artesanato (1); Instrutor de Corte e Costura (1); Instrutor de Karatê (1); e Instrutor de Música (1).


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

Fátima Monteiro

26 de Novembro, 2017 | 17:40
Comentando de novo. Há um concurso em vigência que não foi respeitado, uma vez que há muitos contratados que não figuram na listagem. E não há processo seletivo para professores sendo que a maioria já teve o contrato renovado por 2 ou mais anos. Como serão essas contratações? Seguir-se-á a lista do concurso rigorosamente ou continuarão as falcatruas?

Fátima Monteiro

26 de Novembro, 2017 | 17:40
Comentando de novo. Há um concurso em vigência que não foi respeitado, uma vez que há muitos contratados que não figuram na listagem. E não há processo seletivo para professores sendo que a maioria já teve o contrato renovado por 2 ou mais anos. Como serão essas contratações? Seguir-se-á a lista do concurso rigorosamente ou continuarão as falcatruas?

Ed Santos

25 de Novembro, 2017 | 15:51
Essa administração inventando moda não está pagando nem nossos direitos de concursados.Querendo corta nossa periculosidade de vigia direito adquirido.Paga primeiro nossos direitos para depois abrir processo seletivo.

Carlos Souza

24 de Novembro, 2017 | 21:49
Já que quer regularizar porque não concurso público?No caso do processo seletivo dificilmente tem como fiscalizar se passaram alguém na frente.Já que se vai contratar uma empresa para aplicar as provas faz logo concurso.Só não sei se a administração iria gostar do resultado sendo concurso.Seria mais complicado para deixar os apadrinhados políticos na ativa.Com a palavra o procurador do município.
Envie o seu Comentário