17/11/2017 16:53:00

Agora é Coronel



Divulgação

A Liga Acesitana de Desportos terá um novo presidente na próxima temporada, e pela segunda vez, José Constantino Filho, o “ Coronel”, irá assumir a presidência, para tentar mais uma vez resgatar a história da entidade, fundada em 1955, que sempre foi exemplo de organização e promotora de um dos maiores campeonatos do futebol amador da região.

José Constantino conhece bem os caminhos trilhados pelo esporte amador e promete buscar recursos para resgatar o futebol acesitano. O atual presidente. Edmilson Sperancini, reforça a importância do poder público e empresários apoiarem o esporte acesitano para que ele possa retornar aos tempos de glória de um passado recente, e afirma que toda a documentação da entidade está em dia para a busca destes recursos, através de projetos de incentivo ao esporte baseados nas Leis Estadual e Federal.

É comum que as entidades da região e espalhadas pelo país fiquem muito na dependência do poder público, da boa vontade política para a liberação de verbas para o esporte, e ela nem sempre vem de acordo com as necessidades das entidades.

Por isto elas precisam buscar mais e novos recursos para sobreviver e também manter vivo o esporte para garotos, que não tem lazer em suas cidades. Nem todos compreendem que o esporte resgata a vida das crianças, é o canal para mantê-las em atividade, dar-lhes um espaço no futebol e para um dia ainda sonharem com o profissionalismo.

No dia que eles entenderem que o esporte salva muitas vidas, direciona pessoas e molda o caráter, o país terá novos cidadãos preocupados com o bem-estar. O esporte no Brasil sempre ficou para trás, nunca tivemos de fato uma política séria de manutenção de projetos para benefício do esporte, e muitos atletas aparecem quando são divulgados vídeos e os órgãos públicos acordam” para a realidade.

É uma situação que precisa mudar. O que as entidades têm que fazer é procurar agentes bem-intencionados e responsáveis para desenvolver seus projetos, a exemplo do que fez a Liga de Desportos de Ipatinga, que tem projetos a serem aprovados nas esferas estaduais e federais.

Um exemplo maior foi a Nippon Steel, que investiu no esporte de base em Ipatinga. Que isso sirva de exemplo para a Aperam, em Timóteo, para que ela invista parte de seus grandiosos lucros no bem-estar da comunidade em que está inserida. E o bem-estar passa, sem sombra de dúvidas pelo esporte.

Parabéns ao desportista José Constantino Filho “Coronel”, principalmente por trazer de volta o competente Osmar João Teixeira “Xangô”, que é um exemplo de trabalho e dedicação ao esporte desta cidade.

INCENTIVO AO ESPORTE
Com a falta de recursos para investimentos considerados por muitos sem necessidade, alguns clubes e atletas passam dificuldades para continuar o processo de crescimento em sua área.

Existe no país uma Lei Federal de Incentivo ao Esporte, que permite que empresas e pessoas físicas invistam parte do que iriam pagar ao Imposto de Renda em projetos esportivos, que são posteriormente aprovados pelo Ministério do Esporte.

As empresas podem investir até 1% desse valor, e as pessoas físicas até 6% do imposto devido. A lista das empresas aptas a receberem os recursos pode ser consultada no site www.esporte.gov.br. Também existe uma Lei Estadual chamada Minas Esportiva Incentivo ao Esporte, que beneficia empresas sediadas no Estado de Minas Gerais, que diz que até 0,05% da receita líquida anual do ICMS que caberia ao estado pode ser direcionada para apoiar atividades esportivas e para-desportivas.

Para se ter uma ideia, a Lei Estadual já aprovou desde a sua implantação, em 2013, 502 projetos, beneficiando mais de 85 mil pessoas, e os recursos captados ultrapassam os R$ 42,2 milhões.

Muitos clubes da região do Vale do Aço desenvolvem vários projetos com escolinhas e esportes olímpicos, e devem estar aptas a buscar recursos junto aos governos estadual e federal. Elas precisam apenas consultar os sites especializados para tomar ciência do que é preciso fazer para captar estes recursos.

Algumas entidades na cidade, ou até mesmo a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, poderia orientar e buscar capacitação para que os clubes possam caminhar em busca de recursos para os seus projetos. Seria uma maneira de captar novos recursos que estão à disposição destas entidades, e seria uma maneira de conciliar os clubes com uma proposta de conseguir recursos dos governos Estadual e Federal.

Além das leis de incentivo ao esporte, as agremiações esportivas também podem conseguir recursos pelo Comitê Brasileiro de Clubes (CBC). Essa fonte de recursos é baseada na nova Lei Pelé, que repassa ao comitê o correspondente a 0,5% de toda a verba arrecadada nos concursos de prognósticos, loterias federais e similares, com destino único e exclusivo para a formação de atletas olímpicos. Uma outra fonte são os convênios diretos assinados com a União.

O governo tem feito um trabalho constante de orientação para os agentes esportivos, onde são tiradas todas as dúvidas sobre projetos, inclusive os trâmites legais para captar os recursos. E tem mostrado os caminhos para buscar melhor qualidade de vida para a população, bastando haver interesse para desenvolver seus projetos.

LEMBRANÇAS
Osmar João Teixeira Xangô, uma lenda viva do futebol acesitano, cidadão que sempre esteve presente na maior parte da história do futebol da Liga Acesitana de Futebol e merece o respeito de todos os desportistas e cidadãos que sempre buscaram o melhor para o futebol de Timóteo. Que o seu retorno à LAD seja coroado de muito sucesso. Parabéns.

roberto50mg@hotmail.com.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

Osmar Teixeira

28 de Novembro, 2017 | 19:49
Obrigado Malta. Sempre apoiando o futebol de Timóteo
Envie o seu Comentário