14/11/2017 18:38:00

Fábio



Realmente não existe nenhuma explicação para o fato do goleiro Fábio, do Cruzeiro, não estar na seleção. A única certeza é que ele, há 10 anos, é o melhor goleiro do Brasil, o mais regular, e a sua não convocação precisava ser explicada por alguém da CBF. Em atividade hoje no Brasil. Fábio (Cruzeiro), Victor (Atlético) e Diego (Flamengo) são os mais regulares há vários anos, e não terão oportunidade na seleção brasileira.

Não tenho o dom de adivinhar o futuro, mas não teremos chance com estes goleiros que não tem nenhuma regularidade e já estão definidos na seleção para a Copa da Rússia. É inaceitável concordar coma convocação do Cássio, goleiro do Corinthians, convocado em uma situação política, pois não está nem entre os 10 melhores goleiros do país no momento. Mas é hora de Fábio, Victor e Diego seguirem a vida, defendendo seus clubes, esquecendo a ideia de um dia vir a ser goleiro do escrete nacional.

SÉRIE A
Parabéns ao América Mineiro, que após a vitória sobre o Figueirense no fim de semana retorna à elite do futebol brasileiro e ainda assumiu na rodada a liderança isolada do campeonato, após o empate do Internacional.
Um dos pontos positivos da equipe é sempre aproveitar muitos garotos da base revelados no clube, formando grandes talentos para o futebol brasileiro e mundial. Que na próxima temporada a diretoria invista para que outro desastre não aconteça, como foi no ano de 2016.

BASE
Sendo praticamente campeão em todas as competições de base em Minas Gerais, fica a expectativa que a comissão técnica da equipe profissional do Atlético tenha bons olhos para aproveitar os garotos da base e não faça grandes investimentos em medalhões que não têm rendido nada na temporada. Fica o exemplo do América Mineiro, que aposta sempre em jogadores da base, e o resultado não poderia ser diferente.

BRINCADEIRA SEM LIMITES
Este ano o Atlético resolveu brincar com o seu torcedor. O clube fez altos investimentos com jogadores, e ao mesmo tempo, praticamente ninguém rendeu o que era esperado pela torcida.

O time começou o ano como candidato a várias conquistas ou disputar palmo a palmo as competições, mas não passou de um fiasco, uma decepção, não conquistou nada além do campeonato estadual, passou o ano todo lutando contra o rebaixamento, não deve obter uma vaga para a Copa Libertadores 2018. Um time com Robinho, Fred, Elias e tantos outros, não conseguiu se encaixar nas competições e foi presa fácil para os adversários.

Um time como o Corinthians, com jogadores medianos, sem nenhum craque, vai conquistar o título brasileiro sem muitos investimentos. E tantos clubes, como é o caso do Palmeiras, com milhões investidos, não consegue o título da temporada, e prova mais uma vez que é preciso saber investir. Com tantas conquistas na base, o Galo precisa repensar o que vai fazer na próxima temporada, pois a de 2017 já está perdida.

PROMESSA
O jovem Gustavo Henrique Cunha Silva, filho do jogador “Grilo”, que atuou pela Aciaria, está buscando o seu espaço no futebol de base. Com apenas 17 anos, o garoto está no Grêmio de Contagem e foi indicado para um período de experiência na equipe paulista do Assis. Desejamos que ele tenha sucesso e consiga se firmar no futebol paulista.

ACADEMIA OLGUIN
No sábado (18), a academia Olguin estará recebendo em Ipatinga o sensei Wagner Ubiratan, que vai ministrar um curso de artes marciais, incluindo Karatê, Judô, Taekwondo, Muay Thai, Krav Maga, Capoeira, Aikido, Boxe e MMA, que será aberto ao público de qualquer idade. Julio Olguin convida a toda população para prestigiar o evento, que visa contribuir com a formação do cidadão no esporte.

RESPEITO
De tantos atletas e cidadãos que já fizeram história no esporte da cidade, nosso respeito aos poucos esquecidos do nosso meio, que não fazem mais parte da mídia. Sua história é deixada de lado, eles vivem no esquecimento e perdem o bonde da história, porque muitos não enxergam os valores destes personagens do nosso esporte.

LEMBRANÇAS
Milton e Ailton Beirão, que são até hoje uma forte referência no atletismo da região, principalmente quando se fala de corridas de rua. Durante muitos anos os dois irmãos foram atletas da Usipa, e competiram representando o esporte da cidade.

roberto50mg@hotmail.com.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário