13/11/2017 18:29:00

Com muita emoção e nos pênaltis, Caladão comemora o título do Fabricianense



O Campo do Social mais uma vez recebeu um bom público para acompanhar, no último domingo, o segundo jogo da final do Campeonato Amador de Coronel Fabriciano, organizado pela Lidecel, com apoio da Prefeitura Municipal.

E a festa foi dos jogadores do Caladão e sua numerosa torcida, após superar por 4 a 3 o Mangueiras nas cobranças de penalidades. No tempo normal, houve a vitória mangueirense por 2 a 0, mesmo placar do jogo de ida em favor do Caladão.

Wôlmer Ezequiel


Depois da vitória nos pênaltis, jogadores do Caladão foram para o alambrado para festejar com os torcedores
Até pela carga de emoção da cobrança de pênaltis, a comemoração atravessou toda a tarde e noite no bairro e adjacências. E havia motivo para extravasar: em 2016, o Caladão ficou com o vice, perdendo a decisão também nas penalidades para o Silvio Pereira II.

A arbitragem foi comandada por Deivison Mendel, auxiliado por Renato Júnior e Edmar Amaral.

Mangueiras na frente
No 1º tempo, o Mangueiras, que precisava vencer para levar a disputa para as cobranças de pênaltis, saiu para o jogo e acabou sendo premiado. Fez 1 a 0, aos 3 minutos, através de Buiu, que recebeu lançamento e penetrou em velocidade, desnorteando os adversários. O placar era justo, pois os mangueirenses tomavam todas as iniciativas e anulavam as tentativas do Caladão, sobretudo de seus rápidos atacantes Mateus e Tiquinho.

No 2º tempo, sob forte calor, o Caladão se organizou em campo e era melhor do que o adversário. Criou pelo menos quatro chances de gol, mas foram todas mal concluídas pelos atacantes, que demonstravam muito nervosismo. O Mangueiras se fechou e só ia à frente explorando os contra-ataques. E num desses lances, conseguiu uma falta próxima à área, pelo lado direito. O armador Binha foi para a cobrança, batendo rasteiro, por baixo.

Os jogadores que formavam a barreira pularam e acabaram facilitando a trajetória da bola para o fundo das redes.
Antes do término da partida, aos 38 minutos, grande confusão. Os massagistas das duas equipes entraram em campo para atendimentos na área do Caladão. Houve um início de discussão entre eles, e o desentendimento “ramificou-se” para os jogadores, que trocaram empurrões.

O goleiro mangueirense Ganso era o mais exaltado, trocando tapas com o zagueiro Fabinho, do Caladão. Após muito “aparta”, o árbitro Deivison Mendel expulsou o goleiro e o zagueiro. Com isto, o Mangueiras teve que tirar o atacante Buiu para colocar o goleiro reserva Paulo.

Penalidades e festa
Depois de mais de 20 minutos de descanso, começaram as cobranças de penalidades máximas para se conhecer o campeão. O goleiro Nego, do Caladão, acabou sendo o herói dessa etapa, ao defender duas cobranças, de Osmar e do goleiro Paulo, que bateu no meio do gol. O Caladão perdeu somente uma cobrança, com Túlio.

Os demais foram convertidos por Tiquinho, Wellington, Pepê e Lucas. Para o Mangueiras converteram Marcinho, Maiquinho e Vitão. Antes do término das cobranças de pênaltis, o forte calor deu lugar a uma forte chuva. Mas esse detalhe não foi levado em conta. Ao contrário, tornou ainda mais efusivas as comemorações do Caladão.

FICHA TÉCNICA:
CALADÃO: Nêgo; Túlio, Nicolau, Fabinho e Pepê; Robi, Gustavo (Lucas), Igor Maia (Wellington) e Matheus; Tiquinho e Boi Bandido (Walter Junior).
Técnico: Rafael Augusto

MANGUEIRAS: Ganso; José Carlos, Vitão, Marcinho e Osmar; Jean, Mega, Gleik (Marcelo) e Marcelim (Maiquinho); Binha (Rafael) e Buiu (Paulão). Técnico: Robson Afonso.




Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

João

15 de Novembro, 2017 | 08:40
Campeonato de Fabriciano ja foi bom, agora ja era,otimos tempos qdo tínhamos Vale do Aço,Santo Andre, Santa Cruz,Real Madri,Rosalpes,Avante,CAF,Treze,
Grêmio,Flamenguinho, Bandeirante
Caldeiraria,Mangueiras,Olímpico e entre outros
Envie o seu Comentário