13/11/2017 17:55:00

Universo e Beira Rio ficam no empate na primeira partida da final ipatinguense



Wôlmer Ezequiel


Empate no primeiro jogo refletiu alternância dos times no comando das ações
Jogando no Campo do Canaã, na tarde do último domingo, Universo e Beira Rio ficaram no empate por 1 a 1, no primeiro jogo da decisão do Campeonato da 1ª Divisão de Ipatinga. O placar acabou refletindo as ações das duas equipes.

O Universo dominou a etapa inicial e o Beira Rio foi melhor do segundo tempo, embora nesta reta final o Universo tenha desperdiçado uma penalidade, por obra do inseguro zagueiro Lucão, que entrara poucos minutos antes.

Com um conjunto mais organizado e com seus valores individuais Parrão, Denílson e Jeguinho em jornada inspirada, o Universo surpreendeu na etapa inicial. Foi melhor do início ao fim. Fez o seu gol logo aos 13 minutos, quando Geovane completou uma bela jogada do ataque. O Beira Rio se lançou na ofensiva e faltou ao Universo tranquilidade para ampliar o marcador e ficar em ótimas condições na decisão.

No 2º tempo, o Beira Rio fez várias modificações - inclusive duas já no intervalo - e melhorou seu rendimento. Gil Pereira colocou seu time no ataque e comandava as ações. O merecido empate surgiu por meio de Leozinho, aos 24 minutos, depois de jogada bem tramada pelo setor esquerdo do seu ataque.

Com a igualdade, o Universo resolveu deixar de ser tão defensivo e buscou o ataque. Criou três oportunidade e numa delas, aos 42 minutos, o árbitro Roberto Alexandre marcou pênalti do zagueiro Quadrado em Parrão. Lucas, que entrara minutos antes, muito inseguro e provocado pelo goleiro Rodrigo Posso, foi para a cobrança e chutou fraco, no meio do gol, facilitando o trabalho do arqueiro do Beirão.

A partir daí, poucas foram as chances criadas de lado a lado e o jogo terminou mesmo no 1 a 1. No próximo domingo, no Ipatingão, também à tarde, haverá o segundo e decisivo confronto para saber quem será o campeão ipatinguense da principal divisão em disputa do município.

UNIVERSO: Bocão: Buiu (Daniel), Patrick, Renato e Denílson; Edson, Matheus (Lucão), Geovane (Tiquinho) e Neguinho (Matheusinho); Jeguinho (João) e Parrão. Técnico – César

BEIRA RIO: Rodrigo Posso; Gutyerre (Alan), Daniel (Mateus Junior), Quadrado e Leandrinho; Russo, Xandinho (Vavá), Juninho Xerifinho (Nasley) e Taffarel (Leozinho); Juliano (Wallace) e Thiago Viggiano (Caeca). Técnico – Gil Pereira


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário