11/11/2017 10:49:00

Incompetência



Divulgação

Não tem mais o que falar do Atlético neste campeonato brasileiro, que não seja a incompetência de um time cheio de jogadores famosos, vencedores, com uma carreira cheia de conquistas, mas que no Atlético não fazem nada do que fizeram nos clubes que conquistaram grandes títulos.

O primeiro erro do Atlético foi dispensar o treinador Levir Culpi. O presidente Daniel Nepomuceno, em uma entrevista à imprensa da capital, não concordou com alguns profissionais que afirmaram que o planejamento foi falho. Mas claro que foi, um time que teve uma boa temporada ano passado, com um treinador vencedor, que queria continuar no clube e foi demitido sem nenhuma alegação plausível, tem que ser questionado.

E foi isto que aconteceu com o Atlético, que é o retrato da desorganização, pois perdeu um treinador vencedor e trouxe Diego Aguirre, que não arrumou nada, só inventou no campeonato e conseguiu entregar o título ao América. Depois trouxe Marcelo Oliveira e não o deixou dar sequência ao seu trabalho, indo então buscar o treinador Roger Machado, acreditando que ele poderia salvar o ano do time, o que não aconteceu.

E por fim buscou Osvaldo Oliveira, que, diga-se de passagem, é sim, um bom treinador, trabalhador, sensato, que consegue se articular com o grupo e tem autonomia para salvar o ano do Atlético. Porque não adianta pensar em Libertadores da América, está muito longe este sonho, e pela incompetência do grupo e time só vai lutar contra o rebaixamento. Que este ano termine bem rápido para o Atlético continuar a sua história com outro presidente, que venha a mudar e consiga trazer e conquistar mais títulos pelo time do Atlético Mineiro.

PILOTO IPATINGUENSE
O piloto ipatinguense Igor Fraga conquistou, no fim de semana passado, o Capacete de Ouro, o Oscar do automobilismo, superando Guilherme Samaia, o maior favorito na temporada.

Mas pela performance muito positiva do piloto Igor Fraga, o troféu veio premiar a belíssima temporada que ele vem fazendo, defendendo a equipe PopCar Racing. Parabéns ao piloto, pela excelente participação no automobilismo mundial, caminhando em passos largos para uma possível participação em uma equipe de Fórmula 1.

USIPA
O atleta Victor Emanuel Lana, da equipe Gatorade/Usipa, foi vice-campeão geral nos 4KM no 5º Cross Country do Vale do Aço. Victor declarou que ficou satisfeito com a sua colocação, em um evento que reuniu mais de 120 participantes e com atletas de alto nível.

Mais uma vez os atletas do clube tiveram uma boa performance no Troféu Maurício Bekenn, que é o Campeonato Brasileiro Infantil de Verão, competição realizada na primeira semana de novembro, reunindo 540 atletas de todo o país. Marcos Akerman e Cauã Watanabe disputaram pela primeira vez uma competição nacional, e mesmo com o alto nível técnico do torneio, ficaram entre os 16 melhores do país.

Para se ter uma ideia, 21 recordes nacionais foram quebrados. Marcos Akerman terminou a prova de 50 metros nado livre na 13ª colocação, e Cauã Watanabe garantiu a 16ª posição na disputa da prova de 1500m.

Estes resultados trazem grande motivação para os próprios atletas, seus treinadores e as jovens promessas do clube, que tem se espelhado nestes dois valores, em busca de afirmação no esporte a nível nacional. O próximo compromisso será no Campeonato Mineiro Infanto-Juvenil, Troféu Fernanda Ferraz, que será realizado em Araguari, nos dias 8 e 9 de dezembro.

INJUSTIÇA
Mais uma vez venho cobrar a falta de critérios do treinador Tite, da seleção brasileira, que também entra no esquema da CBF de não convocar o goleiro Fábio, do Cruzeiro. Por alguma razão administrativa qualquer que o goleiro do Cruzeiro deve ter se envolvido contra a entidade, ele não foi em nenhum momento convocado por nenhum treinador que passou pela CBF.

Não posso acreditar como, no país do futebol, um goleiro que há mais de 10 anos tem sido um dos destaques do futebol brasileiro nunca tenha tido uma oportunidade de fato na seleção. Hoje não tem nenhum goleiro no Brasil que se compare ao goleiro Fábio, e posso afirmar com toda a certeza que, além dele, só o Victor, do Atlético, e Diego, do Flamengo, podem estar no mesmo nível para compor o grupo da seleção brasileira.

Mas imagino que, por alguma pressão, ele não possa ser convocado. E o treinador, se quiser ficar no cargo, tem que cumprir as determinações, o que é uma situação lamentável. Perde a seleção brasileira, perde o futebol e perde o país, que não terá a oportunidade de ter os três melhores goleiros do futebol brasileiro defendendo a camisa da nossa seleção.

FUTURO
Geovanna Luiza Malta Ferreira, de apenas 11 anos, vem trabalhando para se tornar uma grande atleta no futuro. Já participou de várias competições na modalidade de Jiu-jitsu, onde é faixa laranja, e treina na Academia Elite MMA, com o professor Walisson Barbosa, que aposta muito no potencial dela.

E quem está toda feliz com o desempenho da filha é Aline Malta, que tem apostado muito, nela por acreditar que o esporte é o melhor caminho para a formação dos jovens. A expectativa para 2018 é que Geovanna participe de várias competições pelo país e consiga bons resultados.

LEMBRANÇAS
Geraldo Henrique de Souza, hoje atuando no ramo imobiliário (Diferencial Imóveis), foi um dos empresários que mais acreditou no esporte de base de Ipatinga. Durante muitos anos ele participou ativamente como apoiador de várias competições de futsal de base em todas as categorias. Também esteve presente com a sua empresa “Pão Nobre” no futebol soçaite, nas competições de Damas e de Peteca, em nível regional e estadual.

roberto50mg@hotmail.com.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário