18/10/2017 16:05:00

As novidades na fotoproteção

Beleza



GB Imagem


Com a chegada da Primavera a temperatura aumenta. É preciso caprichar na fotoproteção
Deveria ser temperatura de primavera, mas em algumas regiões do Brasil já se vive um calor de verão. E se devemos usar o protetor solar mesmo nos dias chuvosos, imagine então quando a temperatura sobe e o sol brilha forte. Os fotoprotetores ganharam antioxidantes, como a Vitamina C e E, que potencializam a ação protetora.

Os antioxidantes são moléculas que impedem a formação de radicais livres e podem até reverter os danos causados por eles. São excelentes aliados no dia a dia. O protetor solar deve ir além dos ativos de proteção: deve ter elementos de ação antioxidante para reparar o processo inflamatório que surge em função da radiação.

E isso é importante em ambientes com muita poluição ambiental. Complemente a fotoproteção com alguns antioxidantes, como as Vitaminas E, C, A, B3, o Resveratrol, o ácido elágico da Romã, extrato de Blueberry, da folha de Oliveira e de Edelweiss.

GB Imagem


Atividades ao ar livre são essenciais. Curta o sol sem medo, mas não descuide da pele
Algumas moléculas podem ser adicionadas à lista: OTZ 10, que minimiza os danos do calor; Alistin, um antioxidante universal que age nas camadas de água e gordura da pele; e Exo-P, um antioxidante que impede os danos dos poluentes.

As células de Langerhans fazem a defesa imunológica da pele e ficam na epiderme. Elas se locomovem pelo tecido e “alertam” as células do sistema imunológico da presença de um organismo invasor. Se expostas aos raios UV, estas células podem perder a capacidade de proteger a pele e abrir caminho para doenças como o câncer de pele, por exemplo.

Os filtros solares de alta cobertura, com base e cor, são muito eficazes, a cor serve como uma barreira física à luz visível. O envelhecimento foto adquirido é a formação precoce de rugas, manchas, mudança na textura da pele, angiogênese (formação de novos vasos) e flacidez. Com a radiação, as manchas do melasma também podem piorar.

A radiação ainda aumenta o risco de lesões cancerígenas na pele. Para evitar danos, é necessário aplicar duas colheres de chá de protetor solar no rosto 30 minutos antes de sair para o sol, e evitar a foto exposição das 10 da manhã às 4 da tarde, nesse período é bom ficar na sombra.

E tem mais, é preciso reaplicar de duas em duas horas em ambientes abertos e de 4 em 4 em ambientes fechados. E cuidado, não use nada por conta própria. Converse com o dermatologista.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário