17/10/2017 18:42:00

Rumo à classificação



ímagemd16389] O Ipatinga volta hoje a campo para enfrentar o Poços de Caldas, no sul do Estado, em uma partida que pode definir o acesso do Tigre do Vale do Aço. Uma vitória, além de colocar o time na próxima divisão, põe o Tigre em condições de conquistar o título do Campeonato Mineiro da Segunda Divisão.

O time está bem definido, mostra um futebol de qualidade com jogadores experientes mesclados com jovens que têm mantido o equilíbrio em campo.

A partida hoje será as 20h, e há uma expectativa muito grande para uma vitória da equipe. Mas o mais importante será o acesso, mesmo que alguns jogadores e dirigentes defendam a conquista do título, consequência de um bom trabalho realizado pelos jogadores, comissão técnica e dirigentes, que não mediram esforços para que o time tivesse tranquilidade para realizar uma boa campanha.

Acredito que hoje virá um resultado positivo, para que o time encerre sua participação contra o Ponte Nova e conquiste o título, ou confirme o acesso ao Módulo B.
Não foi uma competição fácil. Desde o início os clubes mostraram que queriam conquistar o título e buscar o acesso. Atlético B, Democrata de Sete Lagoas, Coimbra, Ipatinga e Poços de Caldas eram os candidatos mais fortes para conseguir o acesso e brigar pelo título.

O Galo B decepcionou, com alguns jogadores abaixo da expectativa. E mesmo com o fracasso, a diretoria irá manter a equipe. Mas não deverá disputar o campeonato mineiro, visto que a CBF irá realizar o campeonato brasileiro sub-23, e o time pode dar atenção à competição nacional, uma vitrine mais viável para o clube.

Muitos jogadores serão negociados ou emprestados, pois não tem condições de vestir a camisa titular do Atlético.
Democrata e Coimbra armaram boas equipes e ainda lutam pela classificação. O Poços de Caldas corre por fora, ainda pode surpreender, mas se for derrotado hoje pelo Ipatinga, dará adeus à chance de obter o acesso.

SEM NECESSIDADE
Parece que as revoltas do passado voltaram a fazer parte do Ipatinga, nesta partida contra o Atlético B no Ipatingão. Entendo que o futebol se ganha nos bastidores, mas não há nenhuma necessidade de agressão enquanto o time está no topo da tabela e tem plenas condições de buscar o acesso nas duas partidas que ainda faltam para o final do campeonato, e depender apenas do time para ser campeão mineiro.

Outra situação que pode trazer problemas à equipe foi a torcida invadir o gramado para comemorar com os jogadores. Isto não pode acontecer. Logo que aumentou a capacidade do estádio, a torcida cometeu uma falta grave, que foi citada na súmula, e o clube ser punido pelo entusiasmo da torcida, que tem que entender que não pode passar das grades de proteção para acessar o gramado. A torcida deve tomar cuidado na próxima partida no estádio, para que estes fatos que podem atrapalhar a sequência da equipe no campeonato não se repitam.

IGOR FRAGA
O piloto mineiro continua fazendo história no automobilismo mundial. Já garantiu a sua participação na final do Campeonato Formula 1 eSport, que será realizado nos dias 24 e 25 de novembro em Abu Dhabi. A corrida será uma preliminar do grande prêmio de Fórmula 1, naquele país, e Igor promete lutar muito por mais uma vitória.

DINHEIRO DE VOLTA
O dinheiro da arbitragem sai do borderô da partida, e os árbitros recebem após os jogos. Mas uma coisa os clubes deveriam exigir: que os assistentes que ficam ao lado dos gols, que mais parecem “estátuas”, não deveriam receber nada, pois a suas atuações só tem comprometido as arbitragens e em várias partidas os erros são grosseiros.

No primeiro gol do Palmeiras, contra o Atlético Goianiense, o jogador palmeirense empurrou claramente o atleta adversário para William fazer o gol, e o assistente de fundo simplesmente não tomou nenhuma atitude. Era um lance claro, ele poderia alertar o árbitro sobre a falta, mas de novo ficou calado e a partida seguiu. Foi mais um gol irregular com falta clara de jogo. Portanto, não se justifica manter estes árbitros, pois só aumenta o custo dos clubes e não há nenhum benefício para o futebol.

LEMBRANÇAS
Do Ideal, campeão Ipatinguense de 1986 e 1999, campeão de juniores de 1978 e 1979, campeão infantil e juvenil 1995 e 1996. Profissionalizou em 1988, disputando o campeonato mineiro da segunda divisão em 1989, 1990, 1993 e 1994. Disputou o campeonato mineiro do módulo II em 1995 e 1996, e em 1997, voltou ao amadorismo. Nildon Freire, Milton da Vitamina, Hélio Maringá e tantos outros, fizeram parte da rica história deste clube do Bairro Bom Jardim.

roberto50mg@hotmail.com.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário