12/10/2017 21:54:00

Wagner Penna

Bloco de Moda



Agência Fotosite/Divulgação


O inverno 18 de Lucas Magalhães
CALENDÁRIO
O calendário da moda brasileira continua com os seus lançamentos para o inverno 2018, dirigidos aos lojistas que trabalham com pedidos antecipados.

Depois da MW, agora vai ao ar a VestRio (dia 26) e depois, em novembro, a feira paulistana Salão Casamoda Unique + o Salão Casamoda Paralela, no Buffet Charlô.

Nesse meio tempo, por aqui será realizada mais uma edição do BH-à-Porter, com a finalização do verão em pronta-entrega, entre 24 de outubro e 3 de novembro, reunindo quase 100 marcas que trabalham no atacado. Como se vê, a turma da moda não pode parar.

CRIATIVOS
Uma das noticias fashion da semana foi a decisão do estilista Lucas Magalhães de retirar a sua marca do grupo Nohda, que é liderado pela grife Patrícia Bonaldi e tem ainda a PatBo e a Apartamento 03.

Ele argumentou que precisava ter liberdade criativa, mas continuará dando contribuições pontuais ao grupo. A posição do estilista não é solitária: embora não digam oficialmente, vários desses criativos que passaram a contribuir para marcas com pegada mais comercial também se dizem pressionados com o ritmo alucinante do mundo fashion atual.

No plano internacional, nomes fortes, como Jean-Paul Gaultier, fizeram até manifesto e saíram do prêt-à-porter. Assim é a moda.

SUSTENTABILIDADE
A sustentabilidade na moda, que até agora era tratada como uma coisa pontual – ou de marketing –, vai tomando ares mais sérios.

A saber: quase todo mundo está colocando o nariz no assunto, desde cozinheiras na tevê, passando por celebridades (Di Caprio, na liderança) e chegando ao disse-me-disse das colunas de mexericos.

A repetição de que é a indústria da moda é ‘a segunda mais poluente do mundo’ começa a incomodar muita gente. Mas, pelo menos, estimula todos a melhorarem essa posição. Amém.

////

VAIVÉM
* O concurso Ready to Go, edição inverno 2018, apontou como vencedora a grife Miêtta (do estilista Fábio Resende), que faz camisetas criativas. A grife Fê Liz também foi premiada. Destaque para os lingeries de ótima qualidade de Chris Gontijo, que ficou em segundo lugar. ***

* O interior de Minas esteve muito bem representado no concurso Empresa Tendência, que a Codemig promoveu no Expominas, durante a MW. Destaque para o trabalho da Vivi Ribeiro e sua linha Resort.

Ela é de Teófilo Otoni e trabalha em parceira com o estilista Kleber Vieira. Como brinde, ofereceu uma bolsa com fecho em pedras, simbolizando as preciosas gemas originadas em sua cidade. ***

* Presença estimada no Minas Trend, Cida Malta, junto com o filho, o estilista Eduardo Malta, fazia pedidos para a sua loja Zéphora, um sucesso em Divinópolis. Além de vender moda bacana, ela também tem a Pallas Athena, um rent-a-dress de peças especiais, demanda atual do mercado. ***

* O estilista Victor Dzenk recebeu a turma para drinks e para marcar o inicio das comemorações dos 25 anos de sua grife. Sua nova coleção de inverno 2018 está muito bacana, incluindo a linha jovem assinada por suas sobrinhas, Thais e Lara Dzenk. ***

PONTO FINAL - A revoada de profissionais brasileiros indo para Portugal alcançou também o setor da moda. Uma das mineiras instaladas no país é Elisa Campos - cuja marca Lilii esteve na ultima MW -, desde 2014.

Ela diz que está satisfeita e vai continuar morando por lá. Tetê Rezende, que faz noivas, também continua com seu trabalho em terras lusitanas. Quem conhece o circuito Porto-Lisboa diz que a turma do design daqui, incluindo moda, cresce por lá a cada dia


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Reação dos Leitores





Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário