11/10/2017 15:41:00

Operação em MG e no ES investiga suspeitos de fraudar licitações

Mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos em cidades mineiras e também no Espírito Santo



Divulgação


Além de BH, cidades da Zona da Mata estão sendo investigadas pelo MPMG
O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), com apoio das Polícias Militar e Civil, deflagrou nessa terça-feira, 10 de outubro, uma operação que prendeu preventivamente duas pessoas suspeitas de fraudar licitações. Os municípios investigados são Amparo da Serra, Belo Horizonte, Matipó, Rio Casca, Teixeiras, Ubá, Viçosa (MG) e Mimoso (ES). Mandados de busca e apreensão também foram cumpridos nessas cidades.

Alguns investigados foram conduzidos ao MPMG para prestar depoimento.

Durante a operação, denominada “Caça Talentos”, foram apreendidos telefones celulares, notebooks, dispositivos de armazenamento de dados e documentos.

Os presos de maneira preventiva, que foram colocados sob a custódia do Estado, são um empresário do ramo de produção de eventos e o presidente da comissão permanente de licitação de Amparo do Serra.

As investigações ainda estão em curso e, nos próximos dias, o MPMG deverá apresentar denúncia na 1ª Vara Criminal da comarca de Ponte Nova.

A operação contou com a participação de seis promotores de Justiça, 52 policiais militares e policiais civis lotados em Viçosa.


Reação dos Leitores





Envie o seu Comentário