11/10/2017 15:24:00

Adolescente grávida é morta a facadas pelo namorado no Sul de Minas

Casal estava na casa de amigos e entrou para um quarto: meia hora depois, conhecidos ouviram a jovem gritar por ajuda; ela já era mãe de um garotinho de 9 meses, também filho do suspeito



Divulgação


A faca usada no assassinado foi apreendida e o caso será investigado pela Polícia Civil do município
Uma sessão para assistir a um jogo de futebol e a um filme na casa de amigos terminou com uma adolescente de 17 anos, que estava grávida, brutalmente assassinada a facadas pelo próprio namorado, na madrugada desta quarta-feira (11), em São Sebastião do Paraíso, no Sul de Minas Gerais.

De acordo com o sargento Vítor Rodrigues, da Polícia Militar (PM) da cidade, era por volta das 2h quando a corporação foi acionada na residência dos amigos, na rua Professora Terezinha de Pádua, no bairro Lagoinha.

"Eles contaram que estavam reunidos para assistir a essas duas coisas e, depois disso, o casal entrou para um dos quartos. Após cerca de 40 minutos, as testemunhas ouviram gritos de socorro da jovem e foram averiguar. Eles encontraram o rapaz de 19 anos com uma faca na mão e segurando a namorada pelo braço", detalha o sargento.

Um dos amigos conseguiu desarmar o suspeito, que fugiu em seguida. Os conhecidos acionaram a PM e o Corpo de Bombeiros, que socorreu a adolescente para a Santa Casa da cidade. Entretanto, a garota já deu entrada na unidade de saúde sem vida. No hospital, foi constatado que ela estava grávida de poucas semanas. A vítima já tinha outro filho, de 9 meses, com o suspeito.

"Nós continuamos fazendo buscas pelo suspeito, que não tinha nenhuma passagem pela polícia até então, mas até esta tarde ele ainda não havia sido localizado. Ainda não temos informações sobre o que teria motivado o homicídio, mas, a princípio, seria passional. Os amigos afirmam que eles estavam discutindo de forma normal, eles disseram que jamais imaginariam que tudo terminaria em uma tragédia", completa o militar.

A faca usada no assassinado foi apreendida e o caso será investigado pela Polícia Civil do município, que tem pouco mais de 70 mil habitantes.

(Com informações: O Tempo)


Reação dos Leitores





Envie o seu Comentário