21/09/2017 07:30:00

Vem aí novo edital do Dnit para a Ponte Velha

Anúncio saiu em reunião entre o prefeito de Coronel Fabriciano e direção do Dnit, em Brasília



Divulgação


Reunião entre representantes de Coronel Fabriciano no Dnit, em Brasília
O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) vai abrir, nas próximas duas semanas, uma nova licitação para reconstrução da ponte que liga Coronel Fabriciano a Timóteo, sobre o rio Piracicaba. A informação foi divulgada pelo prefeito Marcos Vinícius, no fim da tarde passada, em Brasília.

A solução definitiva para o problema que se arrasta há cinco anos foi confirmada pelo diretor-geral do Dnit, Walter Casimiro, que virá ao Vale do Aço apresentar o projeto e anunciar a publicação do edital. O superintendente do órgão em Minas, Fabiano Martins Cunha, participou da reunião dessa quarta-feira na capital federal, quando também estiveram presentes o deputado federal Domingos Sávio e o vereador Sargento Francisquini.

Conforme o prefeito, desde que assumiu o governo tem ido ao Dnit, com o deputado Domingos Sávio, fazer gestão junto ao órgão federal para viabilizar a liberação dos recursos destinados à elaboração do projeto e execução da obra. Por iniciativa da Agenda de Convergência do Vale do Aço, que reúne representantes de variados segmentos na região, um novo projeto foi viabilizado junto à Usiminas Mecânica, mas faltava a aprovação do edital, o que ocorreu agora.

O deputado Domingos Sávio disse, ao fim da reunião, que o diretor-geral, Walter Casimiro, relatou adequações no projeto e na planilha de custos da obra para viabilizar a nova licitação. “Não abrimos mão das alças de acesso a Coronel Fabriciano e a Timóteo e ele (o diretor-geral) me assegurou que estas obras estarão incluídas no planejamento orçamentário para serem priorizadas”, disse Domingos.

O prefeito de Coronel Fabriciano disse que saiu da reunião otimista e seguro que agora não haverá mais adiamentos na realização da obra. “O que recebemos aqui hoje não é mais uma promessa, mas a garantia de que a obra vai ser feita. Nos próximos dias, vamos receber o Dnit em Coronel Fabriciano e, então, teremos a alegria de dar início à licitação”, pontuou o prefeito. Domingos Sávio também revelou a segurança de que, finalmente, o problema será resolvido.

A ponte, que por causa dos inúmeros problemas passou a ser chamada de "ponte da vergonha" está interditada para o tráfego de caminhões pesados e os dois lados reclamam dos prejuízos. Já foram lançados dois editais para a reconstrução, que acabaram suspensos. O último deles fracassou por falta de entendimentos acerca do orçamento oferecido pelo Dnit.

Com a demora na solução, o governo alega que Coronel Fabriciano perdeu parte de suas empresas devido ao fraco movimento de veículos pesados ao longo da avenida Tancredo Neves, e a consequente queda na procura por serviços mecânicos e peças. “Não descansaremos até que a obra seja concluída”, concluiu o prefeito.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário