20/09/2017 18:09:00

Ipatinga estuda implantação de sistema alternativo de transporte

O objetivo foi discutir a viabilidade de implantação da tecnologia no município, além de uma unidade fabril



Divulgação


O veículo usado no sistema desenvolvido


A convite de investidores, o prefeito de Ipatinga, Sebastião Quintão, cumpriu entre segunda (18) e quarta-feira (20) uma agenda de trabalho na República da Bielorrússia, Europa Oriental. Em visita a um complexo industrial, ele acompanhou de perto a aplicabilidade de um sistema alternativo de transporte nas cidades de Minsk e Maryina Gorka.

O objetivo foi discutir a viabilidade de implantação desta tecnologia no município, além de uma unidade fabril. As conversações estão sendo mantidas com um grupo de acionistas da SkyWay Technologies Co (SWT), empresa especializada na fabricação de veículos sobre trilhos suspensos, e que tem projeto de se instalar em solo brasileiro.

Conforme os bielorrussos, o sistema representa uma proposta eficiente, econômica e ambientalmente correta, indicada para amenizar o problema da mobilidade urbana. A Bielorrússia, que faz fronteira com a Rússia, Ucrânia, Polônia, Lituânia e Letônia, tem cerca de 40% de sua área coberta por florestas. Minsk, a capital do país, com mais de 1,8 milhão de habitantes, é também sede da Comunidade de Estados Independentes (CEI), organização supranacional envolvendo 11 repúblicas que pertenciam à antiga União Soviética.

Veja vídeo sobre como funciona o sistema de transporte da SkyWay Technologies

Video presentation of SkyWay technology


Potencial
O convite ao prefeito Quintão foi oficializado pelo presidente do Conselho de Administração da SWT, Anatoli Yunitski, após investidores russos, iugoslavos e suecos visitarem Ipatinga, no mês de maio.

"Como os empreendedores manifestaram, publicamente, o interesse por Ipatinga, estamos trabalhando para mostrar o potencial da região para receber uma fábrica deste porte. Caso as negociações evoluam, haja um consenso quanto à viabilidade, poderemos abrir uma nova frente para geração de emprego e renda para a nossa cidade, como é uma das vertentes do nosso programa Pacto por Ipatinga", disse Quintão, adiantando que outras iniciativas nesse sentido estão sendo realizadas.

Economia e velocidade

O sistema proposto pela SWT vem sendo desenvolvido há décadas e, desde o último mês de julho, é apresentado em diversos países. A empresa assegura que a economia na implantação pode chegar a até 70% em comparação com a construção de uma rodovia. “O convite foi para apresentar a operação do sistema proposto. Trata-se de uma solução mais econômica, segura, rápida e ambientalmente correta”, assegura Anatoli Yunitski. O prefeito de Ipatinga foi recepcionado também pelo diretor-geral Adjunto de Desenvolvimento Mundial da SWT, Viktor Baburi.


A convite de investidores, prefeito avalia proposta para instalação na cidade de fábrica de veículos sobre trilhos suspensos



Reação dos Leitores





Comentários

Welyton Pereira Lopes

14 de Outubro, 2017 | 00:04
Uai eu não sabia que trazer fabrica para um cidade para gerar empregos e renda não e prioridade! O povo ingrato misericórdia pobreza em todos os sentidos kkkk

Hudson Faier

24 de Setembro, 2017 | 20:24
Primeiro o prefeito deveria acertar as dívidas pendentes, pra depois pensar em outras alternativas para o município.

Aposentado

21 de Setembro, 2017 | 16:51
Aproveita e paga as férias atrasadas e os aposentados que passam fome; isso aí não é prioridade.

Geraldo Figueiredo

21 de Setembro, 2017 | 16:51
Muito bom só um visionario poderia trazer para uma cidade do interior um projeto grandioso desse.
Parabéns que Deus abençoe esse empreendimento.

Rdish

21 de Setembro, 2017 | 11:04
João Dória fazendo escola. Prefeito viajando, fazendo propaganda da viagem, e trabalhar que é bom... Para visitas assim tem de ir gente especializada. Pra uso político, videoconferencia é mais que suficiente, e barato aos cofres públicos. No mais, vamos ver se essa fábrica vinga ou se é golpe.

Junior

21 de Setembro, 2017 | 09:57
A reportagem poderia ser mais completa. Com mais detalhes técnicos do equipamento, funcionamento, capacidade de transporte, velocidade média, etc...
Poderia informar também se o equipamento é climatizado. Um item importante para nossa região que é muito quente. Outro ponto impostante seria a estimativa de geração de emprego na região.
Reportagem muito vaga.

Leoncio Simoes

21 de Setembro, 2017 | 07:37
Menos prefeito ipatinga precisa seguranca educacao os bandidos tomarao conta da cidade o transporte pode esperar i aproveita que tem dinheiro i limpa a cidade.
Envie o seu Comentário