31/08/2017 17:21:00

Pavimentação da MG-760 – uma conquista de todos

Celinho do Sinttrocel



A retomada das obras de pavimentação da MG-760, entre o distrito de Cava Grande, em Marliéria, e São José do Goiabal/entroncamento com a BR-262, é muito importante para a Região e o Estado. E foi, sem dúvida, uma vitória daqueles que investem e acreditam na mobilização da sociedade em defesa de seus interesses.

Desde 2013, quando a obra foi suspensa por solicitação do Ministério Público do Meio Ambiente, realizamos incontáveis reuniões – com a população e com membros do Governo, inúmeras audiências públicas e muita pressão até a retomada da pavimentação.

O Governador Fernando Pimentel sabe da importância da pavimentação da LMG-760 e, honrando os compromissos assumidos, veio pessoalmente ao PERD, para assinar a Ordem de Serviço.

É de conhecimento de todos, que o País vive uma tremenda crise econômico-social, com graves repercussões nos Estados. Basta dar uma olhada na retração econômica, na queda de arrecadação e no crescimento do desemprego. E a situação dramática dos estados do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul é um triste exemplo.

O Governo de Minas nunca escondeu as dificuldades financeiras e vem enfrentando a situação com muita determinação e espírito público. Com o chamado Refis estadual, destinado a inadimplentes com tributos estaduais, o Governo espera um reforço no Caixa do Estado. É bom lembrar que o total de créditos tributários que o estado tem a receber chega à casa dos R$ 73 bilhões de reais.

Algumas das medidas tomadas começam a dar os primeiros sinais positivos. Por exemplo, o crescimento, ainda que tímido, do emprego. E com ele, a expectativa de aumento de arrecadação no próximo ano e do crescimento do PIB estadual.

E medidas emergenciais já começam a ser revistas. O governador Fernando Pimentel vem se comprometendo a não atrasar o pagamento de servidores (como feito em outros estados) e acenando com a possibilidade de o governo reduzir o escalonamento dos salários de parte do funcionalismo público, de três para duas parcelas ainda neste ano.

Superação

A fim de discutir o orçamento dos poderes para o ano que vem, o governador Fernando Pimentel vem se reunindo com os presidentes do Tribunal de Justiça, Herbert Carneiro, e da Assembleia Legislativa, Adalclever Lopes e com o procurador-geral de Justiça, Antônio Sérgio Tonet para encontrar uma solução que garanta o pleno funcionamento da máquina pública, a continuidade dos investimentos já realizados e novos investimentos.

A mesma união de forças foi feita, e vem sendo feita, por mim, por deputados, prefeitos, vereadores, pela Agenda de Convergência e entidades e movimentos da sociedade civil em relação às obras do MG-760. Os R$ 20 milhões liberados inicialmente foram fundamentais para a retomada e a pavimentação de nove e a terraplanagem de doze quilômetros ainda este ano. Já no ano que vem, em 2018, a expectativa é de que as obras continuem. O Governador Fernando Pimentel já deu mostras de seu comprometimento com o Vale do Aço e, em especial, com a nossa LMG-760, e não vai nos deixar na mão.

A reunião entre a Agência Metropolitana do Vale do Aço e o Departamento de Edi?cações e Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais visou esclarecer assuntos e detalhes técnicos. É bom destacar que este não é espaço adequado para debates relativos a outros temas.

De nossa parte, é preciso mobilizar os diversos atores envolvidos, entre eles a Comissão de Acompanhamento e Fiscalização das Obras e as demais forças políticas vivas da Região para, junto ao Governo do Estado e outras esferas governamentais, garantirmos a conclusão da obra.

O simples pessimismo nunca foi bom conselheiro. No momento de crise como o que vivemos, é preciso arregaçar as mangas e trabalhar. Já garantimos a retomada das obras, agora é manter a confiança e seguir em frente – juntos.

Celinho do Sinttrocel é deputado estadual *


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário