09/08/2017 11:03:00

A beleza e o frio

Evitando os quilos extras no inverno



GB Imagem


Comidinhas quentes são bem-vindas quando a temperatura cai
Inverno é sinônimo de festas típicas, quentão, vinho e chocolate quente, fondue, sopas e feijoada. Sem falar nas sopinhas e caldos. Tudo calórico, mas que aquecem o corpo e a alma.

Embora a ingestão destes alimentos propicie saciedade e bem-estar, o seu consumo inadequado e a falta de atividades físicas podem provocar malefícios à saúde física e mental.

Nos períodos mais frios é normal sentirmos um pouco mais de fome, pois o corpo gasta mais energia. Mesmo com o aumento do apetite, procure consumir alimentos saudáveis e com baixas calorias, que podem contribuir para a saúde e “alimentar” o paladar.

Uma sopa caseira pode ser muito nutritiva se feita com cuidado. O ideal é não usar temperos prontos, com grande quantidade de sódio e gorduras saturadas. As melhores sopas são à base de legumes e verduras de folhas como repolho, espinafre e agrião. Para sabores diferentes, experimente uma sopa de alho poró ou de creme de moranga.

A ingestão moderada de vinho tinto seco também reduz o risco de doenças cardiovasculares e respiratórias, graças às substâncias antioxidantes presentes na uva, que são potencializadas com a fermentação usada na fabricação dos vinhos. A indicação é de 150 ml, ou um cálice por dia.

As frutas típicas do inverno são: abacaxi pérola, melão, morango e caju, fontes de vitamina C, nutriente importante para o sistema imunológico. São frutas ricas em fibras, que ajudam a controlar o colesterol e a glicemia.

A canela tem ação estimulante, termogênica e antidiarreica, facilita a digestão, controla a glicose, diminui o colesterol LDL e a compulsão por carboidratos e doces. Além disso, protege o corpo de doenças respiratórias por ter propriedades antibacterianas, expectorantes e anti-inflamatórias.

O gengibre é uma raiz é rica em vitamina C, favorece o bom funcionamento do sistema imunológico, cicatrização de feridas, proteção das gengivas e ação antioxidante, contra os radicais livres.

O gengibre tem vitaminas B3 e B6, que ajudam a aliviar os sintomas da TPM, e minerais antioxidantes como magnésio, selênio e zinco. Também pode ser consumido cru, refogado ou em forma de chá, usado como tempero e até adicionado a sucos.

Recomenda-se um pedaço de dois centímetros, três vezes ao dia, ou então fazer um chá com um pedaço de seis centímetros e tomá-lo três vezes ao dia. E fuja das bebidas destiladas, que são calóricas e não fazem bem à saúde.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário