11/07/2017 18:37:00

Polícia mantém caçada a quarto assaltante de banco



Portal Caparaó


Cortejo do sepultamento do cabo PM Marcos Marques da Silva, em Manhuaçu


A Polícia Militar da Zona da Mata mineira mantém a caçada ao quarto acusado de envolvimento no assalto a agências bancárias segunda-feira, em Santa Margarida, ataque que terminou com um cabo PM morto com um tiro na cabeça e um vigilante bancário também morto a tiros. Daniel Rodrigues de Aguiar, o Playboy, de 34 anos, é da cidade de Fervedouro e permanecia foragido até o começo da noite desta terça-feira.

Conforme levantamentos da PM, Playboy ele passagens por vários crimes. Já esteve preso por roubo a mão armada e sabe manusear explosivos.

A polícia acredita que o fugitivo está armado, uma vez que entre a munição apreendia com os três comparsas deles está um pente de munição calibre .40. , mas entre as armas encontradas nenhuma usa essa munição.

Também n a tarde de terça-feira um VW Gol furtado na cidade de Santa Margarida e que pode ter sido usado pelos assaltantes na fuga após o ataque às agências bancárias na segunda-feira, foi localizado no bairro Todos os Santos, em Manhuaçu.

Entenda o caso

O assalto a uma agência do Banco Sicoob foi praticado às 9h de segunda-feira. Menos de 12 horas depois todos os integrantes do bando estavam identificados e três deles presos pela força-tarefa da Polícia Militar e Polícia Civil: Wesley Rosa Firmino, 23 anos; Josimar Pereira Rodrigues, 30 anos; e Sirlande da Silva Ferreira, 27 anos. Todos são da mesma região, próxima a Santa Margarida;

Nesta terça-feira, pela manhã foram sepultados os corpos, do cabo PM Marcos Marques da Silva, de 36 anos, e do vigilante Leonardo José Mendes, de 53 anos, que morreram durante o ataque da quadrilha.
Enviada por leitor


O vigilante Leonardo foi sepultado em Santa Margarida

O cabo PM foi sepultado às 10h no cemitério Campo das Flores, em Manhuaçu. O corpo foi levado em um carro do Corpo de Bombeiros, seguido por centenas de pessoas. No mesmo clima de comoção, o vigilante bancário, Leonardo José Mendes, foi sepultado no Cemitério Municipal de Santa Margarida.

Apuração
Inicialmente, foi divulgado que oito homens estavam na picape Fiat Toro, usada na fuga depois do roubo, mas a polícia chegou à conclusão que apenas quatro bandidos participaram do ataque e estavam no carro, que foi abandonado no meio do mato, na saída da cidade. A picape tinha placas clonadas de outro veículo, de Contagem (MG). Quanto aos cinco homens vistos na carroceria, três eram assaltantes e dois eram reféns, que foram libertados na sequencia da fuga.

Perto do local onde a picape foi abandonada, na zona rural, foram apreendidas três espingardas calibre 12, uma submetralhadora, coletes à prova de balas, balaclavas (capuzes) e grande quantidade de munição. O dinheiro roubado no Sicoob, cerca de R$ 90 mil, também foi recuperado.

Procurado: Daniel Rodrigues de Aguiar, o Playboy

O delegado da Polícia Civil Felipe Ornelas, de Abre Campo, comanda as investigações do caso. Conforme o policial, os levantamentos indicam que os quatro homens identificados no ataque em Santana Margarida são parte de uma quadrilha investigada há cinco anos. Eles seriam de três cidades: Fervedouro, Divino e Carangola, todas também na região da Zona da Mata e próximas a Santa Margarida.

Veja mais:

Ataque a banco termina com um PM e um vigilante mortos por criminosos

Divulgada identidade dos criminosos que mataram policial e vigilante


Reação dos Leitores





Envie o seu Comentário