23/06/2017 11:26:00

As Maison Dior e Chanel de Paris abrem suas portas para o fotografo e



Para registrar novas tendências, o fotógrafo Yuri Graneiro não poderia deixar de ir à Paris. A cidade ostenta elegantemente seu status de capital da moda, do luxo, da criação. Na capital da França, ele é recebido nas instalações da Chanel e Dior. A primeira e mais icônica loja e atelier da Dior fica na Avenue Montaigne na capital francesa

Direto da Avenue Montaigne 30, onde o Monsieu Christian Dior fundou após a segunda guerra, em 1947, a sua Maison de Alta Costura o fotografo e caça tendência, “Coolhunter” Graneiro visita as instalações em sua pesquisa, encontrando uma decoração do designer de interior inspirada no século XVII, em um releitura, que trás reflexos da elegância da Dior fazendo uma reflexão ao comportamento feminino contemporâneo e bastante moderno, assinada pelo famoso arquiteto Peter Marino.

Segundo o fotógrafo, o Brand da Loja Dior em Paris traz códigos imaginários da marca, com toques de cinza e brando inspirando as formas do ambiente luxuoso e refinado. Já no alto imitando grande janelas esta repleta de telões, que passam desfiles, e emoldurados em estilo medalhões da poltrona neo-Luís XVI. Em sua história Dior ganhou o fascínio das mulheres devido a elegância e luxo apresentando no “New Look” vestidos carregados de extravagancia e exagero, pois era o que elas necessitavam naquele momento pós guerra.

A Dior é conhecida atualmente como uma das mais luxuosas e exclusivas do mundo. Seus desfiles enchem os olhos de qualquer um que os veja, com muita sofisticação e materiais de primeira linha. Fruto da cabeça criativa e inovadora, que adorava romper e quebrar tendências, do estilista Christian Dior. Hoje, a DIOR é um império do luxo, admirada no mundo inteiro.

Ainda em Paris, na rua Cambon, 31 localiza-se a loja e atelier da Maison Chanel. Em 1918, Coco Chanel adquiriu o edifício inteiro onde ela morava e usava para recepcionar os clientes e fazer seus desfiles de showroom mostrando a suas criações.

Durante sua visita o fotógrafo e Coolhunter pôde visitar alguns cômodos da casa, entendendo como funcionava a preparação dos desfiles de showroom e conhecer a icônica escada revestida de espelho, que faz parte do Patrimônio Nacional e foi retratada em seu filme, essa escadaria oferece uma vista panorâmica de todo o ambiente, e era no quinta degrau que a estilista sentava para assistir os desfiles sem ser percebida, surgindo assim o nome do perfume Chanel N5. Já no terceiro piso podemos encontrar o estúdio de Karl Lagerfeld, que trabalha até hoje como diretor criativo da marca, já no quarto andar ficam as oficinas de haute costure.

A Chanel é um dos impérios mais lendários e revolucionários do mundo da moda. A história da Chanel começa com a sua criadora, a estilista de origem humilde Coco Chanel, nascida Gabrielle em uma pequena cidade no interior da França.

O fotógrafo afirma que para ser um trend hunter ou cool hunter a pessoa precisa ser mais antenada que as outras, transitar em diferentes círculos sociais, e principalmente não está amarrada a conceitos pré-estabelecidos além de está aberta à experimentação, tendo uma capacidade grande de captar pistas de cenários vindouros.

É trabalho do Trend Hunter agrupar metodologia, bibliografia relevante, trabalho de campo e observação, bagagem cultural densa, pesquisas online, ferramentas de monitoramento, e, por que não, intuição – para se chegar ao produto final, que são os relatórios de tendências. O profissional não busca coisas que já estão em alta no momento pois não lhe interessa, o presente para nós é o que ele pesquisou há dois anos. (Yuri Graneiro - Creative Image / Mkt & Branding)
MAIS FOTOS

Reação dos Leitores





Envie o seu Comentário