13/06/2017 16:40:00

A bolsa: seu acessório de beleza



GB Imagem


A bolsa é acessório que completa o visual. São inúmeros os modelos disponíveis e sempre tem novidades
Que poderoso acessório é uma bolsa! Mais que necessidade, ela é um artigo que completa o visual, tem modelos diferentes, de todos os formatos, cores e tamanhos. E cada vez tem mais novidades. A bolsa tem sido companheira de homens e mulheres há milhares de anos. Na Idade Média, no período de 500 a 1500, homens e mulheres usavam bolsas de muitas utilidades.

As bolsas masculinas eram maiores que as femininas, feitas de couro, pele ou tecidos ornados com franjas, tinham pingentes bordados em fios de ouro ou prata e eram adornadas com pedrarias. Já naquele tempo as pochetes eram muito úteis, usadas presas bem rentes à cintura.

Os homens ainda usavam uma espécie de saco, maiores que as bolsas e presos por longos cordões. Existiam ainda os modelos especiais para carregar remédios, rapé, tabaco, chaves, leques, escovas de cabelo e livros de oração, as bolsas-relicário.

No Século XX houve grande avanço na moda e costumes. Foi nessa época que surgiram as sacolas de compra e as bolsas de viagem. Nos anos 1920, as carteiras feitas de couro predominaram. A década de 30 foi influenciada pelas divas de Hollywood. Os anos 60 foram tempos de avanços. No Brasil, surgiram os ateliês de alta costura que ditavam tendências. Nas bolsas, foram retomadas as técnicas artesanais do tricô, crochê e patchwork.

Nos anos 90 foi liberdade total. As bolsas viraram “acessório”, item de elegância, e já não precisavam mais ser coordenadas com os sapatos. Claro que deve haver harmonia entre os dois, mas não precisam mais ser da mesma cor. As peças passaram a ser confeccionadas dos mais diversos materiais e ganharam formatos e compartimentos que tornaram os modelos bem mais funcionais e adequados ao perfil da mulher.

Atualmente, estão em alta os modelos maiores, com alças não tão longas, de modo que garantam, antes de tudo, o conforto de quem as carrega. Quanto mais repartições, melhor. O ideal é ter um “cantinho” prático para levar o celular e achá-lo o mais rápido possível quando tocar, ou receber uma mensagem.

O material usado para a confecção pode ser couro, sintéticos, plásticos e tecidos. Os bordados de todos os tipos e aplicações estão em alta, tanto para o dia quanto para a noite. Uma boa ideia é rebordar, usando miçangas e paetês, os tecidos estampados. Aposte na sua criatividade.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário