07/03/2017 17:22:00

Seleção Brasileira



Divulgação

Mesmo com o sucesso que vem fazendo como técnico da seleção brasileira, Tite não tem o direito de brincar com as convocações, acreditando que a Copa do Mundo é um simples torneio, realizado de quatro em quatro anos.
Seleção brasileira é coisa séria, e há muitos anos não é tratada de uma maneira responsável. A cada quatro anos uma seleção é totalmente reformulada e sempre encontra o caminho do sucesso.

Ao contrário do Brasil, onde os treinadores fazem experiências com atletas que não vão participar de Copa do Mundo, fazem convocações momentâneas e não se importam com o futuro, apenas juntam um time para a disputa de duas partidas nas eliminatórias, vão vencendo e não se importam com o futuro do nosso futebol. E tem sido assim com praticamente todos os treinadores.

A convocação para os jogos contra Uruguai e Paraguai obedece a mesma lógica, as únicas renovações que acontecem são com os goleiros, e mesmo assim, no meu ponto de vista, não tem convocado os melhores, e sim aqueles que se apresentam bem em até uma partida pelo seu clube. Este está sendo o critério do treinador.

Os treinadores acreditam que os jogadores serão eternos. Daniel Alves, por exemplo, até hoje não tem um substituto, ou não estão convocando alguém para começar a ser testado na posição.

A convocação do meia Paulinho, do Guangzhou Evergrande, da China, só é entendida pelos torcedores do Corinthians. E agora ele convoca Diego, do Flamengo, e Diego Souza, do Sport. E é difícil entender a razão destas convocações, parece que a questão é agradar torcedores dos dois clubes, pois não há outra razão nem necessidade de acreditar que os dois podem estar na Copa do Mundo do ano que vem.

Outro jogador com quem Tite tem insistido é Roberto Firmino, do Liverpool, um jogador limitado, sem nenhuma postura de finalizador, que não merece a convocação. Claro que o bom momento permite que o treinador faça estas instáveis experiências, principalmente pela capacidade de Neymar, Philippe Coutinho e outros jogadores que fazem a diferença no elenco, mas é preciso buscar amistosos com as seleções europeias para testar de fato a seleção brasileira.

Parece-me que, infelizmente, mais uma vez vamos assistir uma Copa do Mundo com jogadores convocados pela força de suas torcidas.

FUTSAL FEMININO
O crescimento do esporte especializado em algumas cidades passa pelo apoio do poder público ou pela vontade de alguns abnegados. Mas as dificuldades são grandes, pelo custo de se manter uma equipe.

O desportista Leonardo Coura, da cidade de Marliéria, vem treinando uma equipe de futsal feminino em sua cidade e tem encontrado grandes dificuldades para manter a equipe. Apesar da qualidade do time, Leonardo não tem condições financeiras para manter a equipe e algumas das atletas estão treinando sem os materiais esportivos adequados.

Faltam tênis, principalmente os números 36 a 40, caneleiras, uniformes, coletes, e o time está restrito a apenas duas bolas. O treinador busca o registro da equipe, para tentar obter recursos com à prefeitura da cidade, mas o apelo por doações continua, para que o time possa ter tranquilidade para intensificar os treinamentos. Qualquer contato pode ser feito com o treinador Leonardo Cunha, através do WhatsApp (31) 98390-6091.

LIBERTADORES
O Atlético começa a decidir a sua vida na Taça Libertadores da América hoje, às 19h30. O time já está desde domingo na cidade de Mendoza, onde irá enfrentar o Godoy Cruz, no estádio Malvinas Argentinas, e como estará enfrentando uma equipe desconhecida, o treinador Roger Machado quer iniciar o jogo com muita cautela, para não ser surpreendido na primeira partida de uma competição de alto nível do futebol Sul-americano.

E mesmo enfrentando algumas equipes de nível médio, quando elas jogam em seus domínios procuram desafiar grandes equipes e surpreendê-las, e por isto o time chegou com antecedência ao local da partida, para sentir de perto o clima que estará enfrentando hoje à noite.

Roger Machado deixou claro que o time será o mesmo da vitória sobre o Vila Nova, tendo apenas a volta de Rafael Carioca, que estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo, devendo o time entrar em campo com Giovani, Marcos Rocha, Gabriel, Léo Silva e Fábio Santos, Rafael Carioca, Elias, Danilo e Otero, Robinho e Fred.

COPA DO BRASIL
Depois de vencer na rodada do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro volta as suas atenções para a próxima fase da Copa do Brasil, e vai ao estado de Alagoas para enfrentar o Murici, que eliminou o América Mineiro na última fase. A partida será hoje as 21h45, em um gramado que não oferece condições para a realizações de partidas de uma competição tão importante.

A CBF continua fazendo política com o futebol brasileiro, inchando as competições para atender os anseios das federações e contar com os votos dos beneficiados nas eleições da entidade. Isso é lamentável para o nosso futebol, que há vários anos vem caminhando para a falência em termos de organização.

LEMBRANÇAS
Silvinho, Riquety, Nem Queijo, Ismail, Luizinho, Josué, Polica, Simonal, Ildeu, Kalico, Tunicão, Eder Anício, Zé Salles, Wagner Pacote, Paulo Sapo, Raimundo Martins, Derci, Derito, Piau, Ademir, Tote e tantos outros que brilharam no futebol de Ipatinga.

Contato com a coluna: roberto50mg@hotmail.com.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário